Relatório revela falta de certificação contra incêndios em hospitais do RJ

Apenas 2 dos 21 grandes hospitais do Rio têm o certificado de aprovação da corporação para controle de incêndio e pânico

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Apenas dois hospitais públicos no Rio possuem o certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros para controle de incêndio e pânico, conforme aponta um relatório recente. A informação foi obtida através da Lei de Acesso à Informação.

Segundo informações da G1, entre as unidades sem a certificação, estão todos os seis hospitais da rede federal no Rio de Janeiro, que atualmente enfrenta uma grave crise. Até mesmo o hospital da própria corporação dos bombeiros, localizado na Zona Sul, não possui o documento.

Lista de Hospitais

Municipais:

  1. Hospital Municipal Souza Aguiar – Centro
  2. Hospital Municipal Salgado Filho – Méier
  3. Hospital Municipal Miguel Couto – Leblon
  4. Hospital Municipal Lourenço Jorge – Barra
  5. Hospital Municipal Albert Schweitzer – Realengo
  6. Hospital Municipal Rocha Faria – Campo Grande

Estaduais:

  1. Hospital Estadual Azevedo Lima – Niterói
  2. Hospital Estadual Carlos Chagas – Marechal Hermes, Rio
  3. Hospital Estadual Getúlio Vargas – Penha, Rio
  4. Hospital Central da Polícia Militar – Estácio, Rio
  5. Hospital Central Aristarcho Pessoa (do Corpo de Bombeiros) – Rio Comprido, Rio
  6. Hospital Estadual Alberto Torres – São Gonçalo

Ministério da Saúde:

  1. Hospital Federal do Andaraí
  2. Hospital Federal de Bonsucesso
  3. Hospital Federal Cardoso Fontes
  4. Hospital Federal de Ipanema
  5. Hospital Federal da Lagoa
  6. Hospital Federal dos Servidores do Estado

Prefeitura de Duque de Caxias:

  1. Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes – Saracuruna, Duque de Caxias

O certificado de aprovação dos bombeiros atesta que as condições arquitetônicas e as medidas de segurança exigidas pela legislação, como extintores, caixas de incêndio, iluminação, sinalização de segurança, e portas corta-fogo, foram cumpridas.

Advertisement

A Secretaria Municipal do Rio afirmou que as unidades municipais estão avançando gradualmente na obtenção do certificado. O governo estadual explicou que a emissão do certificado envolve várias etapas, incluindo obras de adequação, e que o Hospital Estadual Alberto Torres está próximo da aprovação final, enquanto outras unidades têm projetos em andamento e brigadas de incêndio. O Ministério da Saúde destacou que acompanha as ações dos hospitais federais para cumprir as normas de prevenção e combate a incêndios, com processos de adequação já iniciados e presença de brigadistas e equipamentos de segurança. A Polícia Militar informou que estão sendo adotadas diversas medidas de segurança contra incêndios, como contratação de brigadistas privados, calibração de extintores, planos de evacuação e manutenção regular dos equipamentos, além de providências administrativas em curso para obter a certificação dos bombeiros.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Relatório revela falta de certificação contra incêndios em hospitais do RJ
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui