Requiem, de Mozart, na estreia da Rio Villarmônica na Cecília Meirelles

A obra mais misteriosa e envolta em brumas de W. A. Mozart, o Requiem, foi a escolhida para a estreia da Orquestra Rio Villarmônica

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A obra mais misteriosa e envolta em brumas de W. A. Mozart, o Requiem, foi a escolhida para a estreia da Orquestra Rio Villarmônica na Sala Cecília Meireles no domingo, dia 13 de novembro, às 16 horas.

O concerto-espetáculo conta com a participação do Madrigal Contemporâneo, tendo como solistas Ludmilla Bauerfeldt, (soprano), Cintia Graton, (mezzo-soprano), Guilherme Moreira, (tenor) e Daniel Germano, (baixo-barítono), sob a regência e direção musical de Tobias Volkman.

Esta época do ano, que traz eventos ligados ao sobrenatural em muitos países (Finados no Brasil, as festas das caveiras no México, Halloween nos EUA, entre outros) é a deixa para trazer de volta uma das mais belas obras da música ocidental. E permite à Villarmônica prosseguir na sua missão de formar novas plateias através do repertório que mora no coração do público, sempre com a mais alta qualidade artística em suas performances.

São muitas lendas e versões que existem sobre o Requiem, que chegaram ao roteiro do premiado filme Amadeus, de Milos Forman. A visita do homem misterioso que procurou o compositor com esta encomenda de um nobre então anônimo (Conde Franz von Wazlsegg-Stuppach) tornou-se para o supersticioso Mozart um aviso do outro mundo.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Quando começou a trabalhar no Réquiem, Mozart já estava em estado terminal, e partes da composição foram escritas enquanto estava em seu leito de morte. Sua viúva, Constanze, se aproximou então de um dos alunos mais capazes do mestre, Franz Süssmayr, para que ele enfim completasse o Requiem.

CDA Villarmonica PorVitorJorge 31 Requiem, de Mozart, na estreia da Rio Villarmônica na Cecília Meirelles
Rio Villarmônica – Foto: Vitor Jorge

Toda esta beleza e tragédia compõem a mística do Requiem, que ganhará na Sala Cecília Meireles, com sua acústica perfeita, o palco ideal para conhecer a Rio Villarmônica Orquestra em sua faceta coral-orquestral. 

Serviço
Ingressos (R$ 25,00 e R$ 50,00)
Orquestra Rio Villarmônica
Sala Cecília Meireles
Domingo, 13 de novembro, 16 horas
Ingressos: R$ 50,00 e R$ 25,00
Na bilheteria da Sala ou pelo link https://bit.ly/3MihIvx

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Requiem, de Mozart, na estreia da Rio Villarmônica na Cecília Meirelles

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Requiem, de Mozart, na estreia da Rio Villarmônica na Cecília Meirelles
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui