Rescaldo após incêndio em galpão no Galeão atravessa a madrugada

Ninguém se feriu, mas a Polícia Civil vai periciar o local assim que o trabalho dos militares acabar e não houver mais riscos de novos focos de incêndio

Foto: Reprodução/TV Globo

Na manhã desta quinta-feira (19/01), o Corpo de Bombeiros ainda faz o trabalho de rescaldo no terminal de cargas do aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na Ilha do Governador. Ainda há fumaça no local. Já são 17 horas de trabalho de combate ao incêndio, que começou por volta de 13h40 de quarta-feira e só foi controlado no fim da tarde. As informações foram divulgadas pelo portal de notícias “g1″.

Segundo a concessionária RioGaleão, a causa ainda do incêndio ainda é desconhecida. Ainda de acordo com a concessionária, nenhuma carga que estava guardada no galpão foi afetada. No entanto, dois helicópteros foram destruídos pelas chamas, além de empilhadeiras e máquinas.

Foto: Reprodução

Ninguém se feriu, mas a Polícia Civil vai periciar o local assim que o trabalho dos militares acabar e não houver mais riscos de novos focos de incêndio.

O Corpo de Bombeiros afirmou que não foi acionado por meios oficiais e que mobilizou equipes depois que tomou ciência pela imprensa. Já a concessionária diz que acionou os bombeiros três minutos depois que soube do incêndio. A brigada de incêndio do aeroporto chegou no local quando o incêndio já tomava o galpão.

Uma avaliação será necessária para entender se o galpão sofre riscos de desabamentos.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui