Réveillon deve gerar crescimento de 20% na arrecadação do ISS de turismo no Rio de Janeiro

Secretaria de Desenvolvimento Econômico espera um valor de R$14,2 milhões só no mês de dezembro

Bairro de Copacabana, Rio de Janeiro | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

Após dois anos sem a famosa festa de fim de ano, a cidade do Rio de Janeiro se prepara para comemorar o Réveillon em grande estilo. Além de muitos shows e alegria, a celebração também irá resultar em um crescimento de 20% na arrecadação do ISS de turismo (serviços relativos à hospedagem, turismo, viagens e congêneres) para a Prefeitura do Rio. A expectativa é arrecadar R$14,2 milhões no mês de dezembro. Os cálculos são da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação em parceria com a RioTur.

Chicão Bulhões, secretário de  Desenvolvimento Econômico, afirma que a festa da virada do ano terá um enorme impacto na economia carioca. “No geral, a festa movimenta a economia em cerca de R$2 bilhões de reais, segundo cálculos da FGV. Esse ano, depois de dois anos de pandemia, finalmente o Rio volta a ter o Réveillon que merece. Com isso, ganhamos não só em arrecadação, mas também na geração de emprego e renda para milhares de cariocas”, diz Bulhões.

A Prefeitura estima, para o período do Verão 2023 (dez/22 a mar/23), um crescimento de 20% em relação ao verão anterior, com uma arrecadação do ISS de turismo de R$ 64,1 milhões. 

Antônio Mariano, secretário municipal de Turismo, explica que o Réveillon no Rio de Janeiro é um dos maiores e mais esperados em todo fim de ano. “A virada costuma atrair cerca de 2 milhões de pessoas e a expectativa para este ano é de chegar a 2,5 milhões. Temos praticamente 90% de ocupação na rede hoteleira e tudo indica que chegaremos a 100%. Este é o segundo maior evento turístico do Rio, perdendo apenas para o Carnaval”, conclui Mariano.

Para efeitos de comparação, em dezembro de 2021, a arrecadação foi de R$ 11,8 milhões com o ISS de turismo, mais do que o dobro (107% de crescimento) da arrecadação de dezembro de 2020, o Réveillon mais impactado pela pandemia (R$ 5,7 milhões). Já o Verão de 2022 (dez/2021 a mar/2022) arrecadou R$ 53,4 milhões do ISS de turismo, quase a metade do verão anterior (dez/20 até mar/21) que foi de R$ 27,7 milhões.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Pode até movimentar a economia, criar milhares de empregos e gerar renda, mas será que são apenas para cariocas mesmo? E outra, a maioria das pessoas que conseguem um pouco desse bolo estavam sem comer há muito tempo, ou são pessoas acostumadas a não ter muita dificuldade em estar empregadas?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui