Rio amplia número de equipes atuantes na manutenção da iluminação pública da cidade

Agora, após a formação de 28 novas turmas, são 90 equipes atuando nas 7 gerências da capital fluminense

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Agente da Rioluz trabalhando - Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro ampliou o número de equipes que atuam na manutenção da iluminação pública na capital fluminense.

Agora, após a formação de 28 novas turmas, são 90 atuando nas 7 gerências da cidade. Com esse incremento, há 50% mais equipes (dobrou de 7 para 14) que atendem exclusivamente as comunidades. Assim, estima-se uma redução no tempo de espera pelo serviço nesses locais de 15 para 7 dias.

A medida foi possível por meio da parceria público-privada entre a Rioluz e a subconcessionária SmartLuz. De acordo com o Poder Executivo carioca, os resultados já começam a aparecer: houve redução nos pedidos de atendimento em comunidades, feitos pela Central 1746.

De agosto a outubro deste ano, foram registrados 537 chamados, 10% a menos em relação aos meses anteriores, de junho a agosto, quando foram contabilizadas 651 solicitações de manutenção em favelas.

Advertisement

”Esse reforço no efetivo vai otimizar e melhorar o tempo de atendimento em todas as comunidades da cidade. Os números da Central 1746 já demonstram isso: a Rioluz alcançou, em setembro, o 1º lugar em atendimento no 1746, em comparação a todos os outros serviços prestados na Prefeitura, com uma média de 97% de atendimento dentro do prazo. Em maio estávamos na décima posição. Esses resultados são fruto de muita dedicação dos nossos colaboradores, que trabalham noite e dia para manter o município do Rio iluminado”, destaca o presidente da Rioluz, Eduardo Feital.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio amplia número de equipes atuantes na manutenção da iluminação pública da cidade
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui