Rio assina acordo de cooperação técnica com o Fórum Oceano de Portugal

Rio passa a ser reconhecido como apto para a gestão de indústrias e prestadores de serviços costeiros

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Praia de São Conrado / Internet

Em cerimônia realizada no Museu do Amanhã, no último sábado (8), o Governo do Estado e o Fórum Oceano de Portugal, associação sem fins lucrativos que atua como gestora do Cluster do Mar Português, assinaram um acordo de cooperação técnica. O documento foi assinado pelo secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Bernardo Rossi, pela subsecretaria de Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Ana Asti, pelo presidente e pelo secretário-geral do Fórum Oceano Portugal, Carlos Costa Pina e Ruben Eiras.

Com a assinatura do acordo, o Rio passa a ser reconhecido como apto para a gestão de indústrias e prestadores de serviços costeiros. A iniciativa também permite a entrada do Brasil no cenário internacional da Economia Azul, conceito que promove o desenvolvimento sustentável dos recursos e ecossistemas costeiros.

“Conhecemos muito pouco do oceano e há um grande desafio estratégico de pesquisa e uso de novas tecnologias e biotecnologias voltadas ao mar, assim como de projetos comercialmente viáveis, dando origem a novas atividades e empregos em prol da economia do mar”, afirmou Carlos Costa Pina.

Na ocasião, também foi assinado o Protocolo de Intenções com o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Os documentos foram assinados no âmbito do Global Ocean Day, encontro que reuniu especialistas de diferentes áreas na sexta-feira e no sábado, para debater o uso e a preservação dos oceanos.

Advertisement

“A assinatura [do Protocolo] tem o objetivo de fomentar as iniciativas e projetos de inovação e empreendedorismo sustentável por meio de ações conjuntas para estimular a inovação e a economia azul e circular e nele será baseado o hub de economia azul do Estado do Rio de Janeiro”, comentou a subsecretária Ana Asti.

Uma das metas do governo brasileiro é se tornar uma referência na Economia Azul, por conta do potencial que costa marítima nacional apresenta. O País já está alinhado à iniciativas como Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 14 da ONU; metas da Década dos Oceanos, do G20; e dos Oceans20.

Com informações da rádio Tupi.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio assina acordo de cooperação técnica com o Fórum Oceano de Portugal
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui