Rio Carnaval 2023 terá abertura com ‘mini desfiles’ e lançamento de sambas em dezembro

O evento na Cidade do Samba, realizado neste formato pela segunda temporada consecutiva, representará não só a abertura oficial da festa como marcará ainda o lançamento do CD de sambas-enredo do ano que vem

Desfile das Escolas de Samba, 2022 - Abril de 22 | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

Para aplacar a ansiedade dos foliões e começar o “esquenta” para o Rio Carnaval 2023, as escolas de samba cariocas do Grupo Especial vão realizar no início de dezembro, nos dias 3 e 4, uma série de “mini desfiles” na Cidade do Samba, na Zona Portuária da capital fluminense. O evento, realizado neste formato pela segunda temporada consecutiva, representará não só a abertura oficial da festa como marcará ainda o lançamento do CD de sambas-enredo do ano que vem. O álbum está sendo disponibilizado nas plataformas de streaming até o fim de novembro, em compasso com o programa “Seleção do Samba”, da TV Globo. 

Historicamente, programações do tipo eram realizadas anualmente pelas agremiações em espaços restritos a convidados e com apresentações realizadas em cima do palco, sem os cortejos. A novidade dos desfiles pelo complexo de barracões foi criada em fevereiro passado, antes dos desfiles em abril, e foi sucesso de público — com ingressos à venda, diferentemente de outros anos, e esgotados em pouquíssimo tempo.

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) decidiu na quarta-feira, 16, que irá repetir a aposta e brindar o público com duas noites de espetáculo feito no novo formato. 

No sábado, 3, a partir das 21h, a pista da Cidade do Samba irá receber as escolas que vão desfilar na primeira noite de desfiles de 2023, em 19 de fevereiro. São elas: Império Serrano, Grande Rio, Mocidade, Unidos da Tijuca, Salgueiro e Mangueira. No domingo, 4, a partir das 19h, será a vez daquelas cuja apresentação oficial está marcada para a segunda noite, em 20 de fevereiro: Paraíso do Tuiuti, Portela, Vila Isabel, Imperatriz, Beija-Flor e Viradouro. Todas, é claro, vão brindar o público com os sambas que escolheram para embalar suas próximas passagens pelo Sambódromo.

“Avaliamos que o formato criado e utilizado em fevereiro foi um sucesso e, por isso, resolvemos repetir. Será uma forma de comemorar a chegada dos sambas-enredo e do Carnaval e ainda o Dia Nacional do Samba”, conta Jorge Perlingeiro, presidente da Liesa.

Por causa de um dos jogos da Seleção Brasileira na Copa do Catar, o evento, que originalmente aconteceria em 2 de Dezembro para celebrar a data mencionada por Perlingeiro, começará um dia depois. O marco especial, no entanto, estará mantido: o objetivo das escolas, além de mostrar uma prévia do que o público verá na Sapucaí em janeiro (nos ensaios técnicos) e fevereiro (nesses mesmos treinos e também nos desfiles oficiais) é justamente saudar o gênero musical que as une. 

A venda de ingressos para a abertura do Rio Carnaval 2023 deve começar nos próximos dias. As informações serão divulgadas pelos meios de comunicação oficiais do espetáculo.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui