Rio terá protocolo de prevenção de incêndio em imóveis antigos

“O risco de incêndio em imóveis é sempre grande, ainda mais nos antigos. É necessário vistoriar e controlar", disse Marcelo Arar, autor da lei sancionada

O presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Carlo Caiado (PSD) sancionou, nesta quinta-feira (18), o Projeto de Lei 7.882/2023, do vereador Marcelo Arar (PTB), que cria um Sistema de Avaliação de Riscos de Incêndio nos bens imóveis, novos ou antigos, utilizados na cidade. A medida visa estabelecer a aplicação de protocolos de rotina, criar grupos internos de prevenção, além de cronogramas de vistoria.

Para Marcelo Arar, o risco de incêndio em imóveis antigos ou mal conservados é real e precisa ser diminuído, através de ações de vistorias frequentes nas unidades.

“O risco de incêndio em imóveis é sempre grande, ainda mais nos antigos. É necessário vistoriar e controlar. E essa tarefa não pode ficar adstrita apenas a uma verificação interna. É necessário, além do controle interno, um controle externo unificado. É a isso que se propõe essa lei”, disse o vereador petebista.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui