Rio de Janeiro é o estado com mais mulheres preocupadas com emagrecimento, aponta estudo

Para a educadora física Alessandra Dezordi, a perda de peso pode ser um fator de grande importância para a saúde, mas em muitos casos, essa busca pela magreza ocorre por fatores puramente culturais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa de academia no Rio de Janeiro - Foto: Reprodução/Internet

De acordo com um levantamento encomendado pela Nestlé, as mulheres que vivem no Rio de Janeiro são as mais preocupadas com o emagrecimento em todo o Brasil. Cerca de 69% delas seguem em conflito com a balança.

Para a educadora física Alessandra Dezordi, a perda de peso pode ser um fator de grande importância para a saúde, mas em muitos casos, essa busca pela magreza ocorre por fatores puramente culturais. A pressão social e os padrões de beleza impostos pela mídia têm um impacto significativo na forma como as mulheres enxergam seus corpos e buscam alcançar o chamado “corpo ideal”.

“É importante que exista uma abordagem equilibrada em relação ao emagrecimento, que leve em consideração a saúde física e mental das mulheres. A perda de peso deve ser feita de forma saudável, através de uma alimentação balanceada e da prática regular de exercícios físicos, sem recorrer a dietas extremas ou métodos prejudiciais”, disse Dezordi.

Alessandra ainda reforça que é importante que haja uma mudança de mentalidade em relação ao corpo e à autoimagem. “É fundamental que as mulheres se aceitem e se amem como são, com foco em valorizar a saúde e o bem-estar sem se comparar constantemente a padrões de beleza”.

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

A educadora ainda finaliza dizendo que: “Para um emagrecimento saudável e duradouro, é imprescindível buscar acompanhamento de profissionais qualificados, como nutricionistas, psicólogos, endocrinologistas, educadores físicos e psicólogos, para auxiliar na conquista de uma relação saudável com a alimentação e o emagrecimento. Cada pessoa é única e possui necessidades individuais. O foco deve estar no bem-estar e na qualidade de vida, e não na busca pelo peso ideal”.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio de Janeiro é o estado com mais mulheres preocupadas com emagrecimento, aponta estudo

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui