Foto: Dionísio Tremura

Pão de Açúcar, Corcovado, Maracanã e Calçadão de Copacabana, são alguns destinos turísticos historicamente consolidados na cidade do Rio de Janeiro, mas os empreendedores do ramo estão em busca constante de novas atrações e o Rio, cada vez mais, comprova que é fonte inesgotável de “destinos”, quer por seus locais com visual deslumbrante a ser mostrado, quer por suas atividades geradoras de adrenalina, que agradam muito a quem está “turistando”.

Uma dessas atividades cariocas mais exitosas no turismo – em todas as direções e sentidos – são os VOOS LIVRES, inicialmente nas famosas Asas Delta e posteriormente reforçados pelos super bem aprovados Parapentes. Há mais de quatro décadas a união de um visual paradisíaco, com atividade produtora de altíssima adrenalina, faz dos VOOS LIVRES em São Conrado, um dos maiores sucessos mundiais no turismo de contemplação e principalmente de aventura.

Diversas entidades desenvolvem no Rio cursos preparatórios de profissionais direcionados ao ramo turístico e a Faetec, introdutora do primeiro curso de Turismo Esportivo, buscando oferecer maior embasamento a seus alunos de Guia de Turismo Esportivo, atuais e aos já formados, levou-os para conhecerem a operacionalidade de uma consagrada base da atividade que é a Associação dos Condutores de Voo Livre, onde seus técnicos e dirigentes, com extrema cordialidade e profissionalismo, atenderam e encheram de entusiasmo, tanto profissional quanto financeiro, o atento e animado grupo visitante.

Foto: Dionísio Tremura

Os atuais dirigentes do Estado do Rio de Janeiro e até do Brasil, vêm enfaticamente afirmando que o TURISMO é nosso novo “petróleo” e tomando-se por base os inúmeros procedimentos Público/Privados, mesmo ainda moderados, que estão sendo colocados em prática (incentivo ao Projeto Porto Maravilha com seus “destinos caçulas”, atuais campeões de audiência, Boulevard, MAR e Amanhã, interligados ao Aeroporto Santos Dumont  pelo luxuosíssimo VLT, o uso racional dos equipamentos Pós Olímpicos, a elaboração do Congresso Internacional  RIO Arquitetura Mundial 2020, um variadíssimo rol (por lugares e temas) de Walking tours realizados por profissionais de altíssima competência e dedicação, contando com participação cada vez maior da população local,  e a visível busca de capacitação especializada no ramo, por contingente crescente de futuros profissionais – Turismólogos, Guias, Hoteleiros, Agentes, intérpretes de personagens e etc…-, já nos encorajam a “sentir” que finalmente o “gigante adormecido” está prestes a assumir e acordar de seu, dentre tantos, maior potencial!

“QUE FINALMENTE DESABROCHE NOSSO TURISMO”!     

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui