Rio de Janeiro recebe aproximadamente 6 mil jovens para os Jogos Escolares Brasileiros

Torneio acontece desta quarta (02/11) até o dia 14/11 e contará com estudantes-atletas de 12 a 14 anos

Grazielly Jorgea dos Santos, competidora dos Jogos Escolares Brasileiros 2022 - Foto: Philippe Lima/Governo do RJ

Desta quarta-feira (02/11) até o próximo dia 14/11, o Rio de Janeiro recebe, pelo 2º ano consecutivo, os Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s), torneio que funciona como intercâmbio entre estudantes-atletas com idades entre 12 e 14 anos das 27 unidades federativas do país.

Para viabilizar esse encontro entre os atletas e também a chegada dos competidores, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL), custeará a hospedagem de todos os participantes. O investimento é de mais de quase R$ 13 milhões, totalizando 63 mil diárias. A realização do evento é da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com o Governo Federal.

”O RJ tem muitas vocações e uma delas, sem dúvidas, é o esporte. Os JEB’s vão possibilitar que a população fluminense e as delegações vivenciem um clima olímpico, tão importante para fomentar o esporte e para movimentar o turismo e a economia. Estamos de braços abertos para receber esses jovens cheios de sonhos e muita vontade de fazer a diferença”, destaca o governador Cláudio Castro.

Com recorde de inscrições, cerca de 6 mil adolescentes competirão na capital fluminense em três locais, todos na Zona Oeste: Parque Olímpico, na Barra da Tijuca; Universidade da Força Aérea (Unifa), em Jardim Sulacap; e Arena da Juventude, em Deodoro.

Ao todo, serão 17 modalidades a serem disputadas: badminton, ginásticas artística e rítmica, xadrez, tênis de mesa, vôlei, basquete, futsal, handebol, judô, taekwondo, karatê, wrestling, vôlei de praia, atletismo, ciclismo e natação. A novidade para essa edição é a inserção de modalidades demonstrativas como surfe, skate e break dance.

Vale ressaltar que, entre atletas e chefes de delegação, o Time RJ conta com quase 300 pessoas. Já em relação a escolas, são quase 100 participantes, entre particulares e estaduais de todo o território fluminense.

Os atletas classificados na competição poderão ter direito ao benefício do Programa Bolsa Atleta estadual em 2023, além de poderem participar dos Jogos Escolares Sul-Americanos 2022.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui