Rio de Janeiro registra aumento expressivo de ocorrências criminais no primeiro trimestre de 2023

O Instituto Rio21 está utilizando os dados fornecidos pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) para realizar uma avaliação detalhada da situação de segurança na cidade do Rio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto Cleomir Tavares / Diario do Rio

O Instituto Rio21 está utilizando os dados fornecidos pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) para realizar uma avaliação detalhada da situação de segurança na cidade do Rio de Janeiro. Na primeira matéria da série, o instituto apresenta uma análise abrangente das ocorrências criminais registradas desde janeiro de 2022 até março de 2023, considerando a última atualização disponível.

Os resultados dessa análise revelam uma tendência preocupante: um aumento significativo no número de ocorrências criminais ao longo do período estudado, em particular a partir de julho de 2022. No entanto, é no primeiro trimestre de 2023 que esse crescimento se torna alarmante:

image 4 Rio de Janeiro registra aumento expressivo de ocorrências criminais no primeiro trimestre de 2023

Comparando com o mesmo período do ano anterior, o primeiro trimestre de 2023 apresentou um aumento percentual expressivo no registro de ocorrências, sendo o mês de janeiro o mais impactante, com um crescimento de 12,4%. O mês de março teve a menor alta, mas o maior número de registros:

image 3 Rio de Janeiro registra aumento expressivo de ocorrências criminais no primeiro trimestre de 2023

Diante desses resultados, torna-se imprescindível a implementação de medidas concretas por parte das autoridades de segurança e a formulação de políticas públicas eficazes para enfrentar a criminalidade. Investimentos em recursos humanos, tecnologia e estratégias de prevenção ao crime são fundamentais para garantir a segurança da população.

Advertisement

Nos próximos dias, o Instituto Rio21 publicará matérias que abordarão aspectos específicos da violência na cidade do Rio de Janeiro, oferecendo insights para embasar decisões e contribuir para a melhoria da segurança pública.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio de Janeiro registra aumento expressivo de ocorrências criminais no primeiro trimestre de 2023
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Eu poderia dar a sugestão de uma nova matéria:A Postura do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro em relação à seguranla pública, mais precisamente à convocação dos aprovados do último concurso para a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente a Polícia Civil do RJ possui 15 mil VACÂNCIAS.

    Tivemos 8.000 candidatos aprovados na prova teórica de todos os cargos e que foram chamados para realizar o Teste de aptidão Física. Desses 8.000, temos 3.000 aptos em todas as etapas (Prova teórica e física, Médico, Psicotécnico) prontos para serem convocados para a ACADEPOL enquanto o restante (5.000) realizam as demais etapas. Porém, o Governo, a ALERJ, e principalmente o atual Secretário de Estado da Polícia Civil Fernando Albuquerque, não demonstram nenhum interesse em aproveitar todos os aprovados, mesmo gastando dinheiro público convocando além das vagas do edital para as demais etapas. Atualmente, a ACADEPOL começará somente com as 400 vagas iniciais na duração de 6 meses, e sem perspectiva de aumento. É um absurdo a Polícia Civil estar deficitária e largada desse jeito, e enquanto isso a mídia nada fala.

    Para o ESTADO inteiro temos somente 7.928 mil policiais civis, onde deveriamos ter 24.000, conforme a lei. Em comparação, a Guarda Municipial possui um efetivo de 7.334 somente para o município do Rio de Janeiro. Dos 7.928 policiais na ativa, você tem uma grande parcela em abono de permanência, outros em funções readaptadas, em funções administrativas, e na ponta da linha, os policiais de rua, não passam de 3.000.

    Peço por gentileza que dê uma olhada no instagram dos Aprovados e dê uma luz ao nosso pleito, temos comissões formadas brigando na ALERJ e com o Governo para o aumento dessas vagas e aproveitamento de TODOS os aprovados, que mesmo assim não supre o déficit e vacância presentes.

    https://www.instagram.com/aprovados2022.pcerj/

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui