Pelo Tricolor André Delacerda

Torcida do Fluminense O dia começou mágico repleto de poesia, o raiar do dia, rompeu a garoa que insistia em se firmar.

Os raios de sol encheram o Rio de euforia, mas uma forte garantia que o espetáculo ia começar.

Após o meio dia, a primeira alegria veio das terras de Apolo, simbolizando que o revezamento ia continuar. Assim, os deuses de Atenas presentearam o Rio com uma coroa de louros, para coroar a felicidade que já ia começar.

Ao passar da tarde a emoção a flor da pele, as bandeiras tremulantes o sorriso vibrante foi tomando a cara e as ruas da cidade. E um arco-íris em branco, verde e grená rasgou o céu no prenuncio de que este seria o grande dia dos muitos dias que viriam a te glorificar.

Sob um suspiro forte, o canto forte de teu povo tricolor de coração, o Maracanã se fez novamente o templo sagrado do futebol. De paixão em paixão. De bola em bola. De grito em grito. O torcedor o fez vivo, numa noite iluminada.

E os ares do eterno estádio se fizeram tingidos de branco. Simbolizando a paz, a vitória, a competição, a alegria e o amor.

Oh santificado e poderoso pó de arroz, es tu a força que nos dar garra e contagia. Es tu que nos traz euforia ao ver seus heróis ganhar.

Salve! Salve! As lágrimas da felicidade que inundam nosso coração de esperança. E conduzem nosso pavilhão rumo a vitória.

GoOoOL

Parabéns ao Fluminense que quebrou mais um tabu e em uma vitória histórica honrou o futebol brasileiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui