Rio gastou quase R$ 100 milhões em reparos causados por vandalismo no últimos 20 meses

Com esse valor, seria possível adquirir 31 ônibus para o sistema BRT ou construir 8 escolas municipais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vândalo quebrando lixeira no Rio de Janeiro - Foto: Reprodução/TV Globo

De janeiro de 2022 a outubro de 2023, a Prefeitura do Rio de Janeiro gastou R$ 98 milhões em reparos e ações de combate ao vandalismo na capital fluminense. A informação é do programa ”RJ1”, da ”TV Globo”. Com o referido valor, seria possível adquirir 31 ônibus para o sistema BRT ou construir 8 escolas municipais.

De acordo com a Comlurb, mensalmente, é necessária a substituição de mil lixeiras em toda a cidade, grande parte delas danificadas por poluares. O prejuízo com elas ultrapassou a quantia de R$ 1,5 milhão este ano.

”Além desse prejuízo, a gente tem, obviamente, todos os outros gastos. Precisamos instalar. Então, temos van, equipamento, combustível, hora do gari para fazer isso, além dos outros prejuízos intangíveis. Pois, quando não tem a papeleira, o lixo vai para o chão e acaba indo para o ralo numa noite de chuva, numa tarde de chuva, trazendo transtornos à cidade”, disse Flávio Lopes, presidente da Comlurb.

Paralelamente, a Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio também apagou mais de 15 mil pichações durante o período citado na matéria.

Advertisement

Ademais, estudo recente elaborado pelo ”SOS Patrimônio” aponta que, dos cerca de 2.400 monumentos e chafarizes da cidade, 90% têm algum problema relacionado a vandalismo. Os ataques recorrentes, inclusive, levaram a Prefeitura a monitorar alguns deles com câmeras 24 horas por dia.

Âmbito estadual

Levantamento realizado pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostra que, durante o ano de 2022 e no primeiro semestre de 2023, houve registro de mais de 1.400 casos de dano ao patrimônio público em todo o estado do RJ. Quando são pegos, os autores são enquadrados nos crimes de dano ou furto.

Na Região Metropolitana do RJ, o vandalismo custou mais de R$ 220 milhões desde 2022, segundo reportagem do jornal ”O Globo”.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio gastou quase R$ 100 milhões em reparos causados por vandalismo no últimos 20 meses
Advertisement

5 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto as regras dos códigos impossibilitarem a prisão para crimes patrimoniais sem violência – ainda que pré-processual temporária (que por si já teria efeito dissuasivo) – continuará havendo muitos casos como esses crimes de furtos e dano ao patrimônio público ou privado.

  2. O que mais precisa para a população ajudar tomar conta da cidade em que vivem ou que nasceram. Mais câmeras de vigilância ajudariam . Não iria acabar , mas diminuiria um pouco.

    • Se a solução é espalhar câmeras. Então, também prepare o bolso para mais aumento impostos.

      As câmeras precisam de manutenção e operador, além de local de armazenamento (físico ou na nuvem). Logo, contratação de prestação de serviços.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui