Rio homologa bilhetagem digital do transporte público municipal; contrato com consórcio vencedor será de 12 anos

Consórcio ''Bilhete Digital'' vence processo de licitação; empresa ofereceu R$ 110 milhões

Terminal Alvorada do BRT Rio, na Barra da Tijuca - Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro homologou, nesta quarta-feira (02/11), a concessão da bilhetagem digital do transporte público no município. O processo de licitação foi vencido pelo consórcio Bilhete Digital, composto pelas empresas ”RFC Rastreamento de Frotas” e ”Alto Tijuca”.

O referido consórcio ofereceu R$ 110 milhões, considerada a melhor oferta financeira. Segundo a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), o contrato deve ser assinado em até 45 dias e terá validade de 12 anos, podendo ser renovado por mais 12.

O Poder Executivo carioca afirma que trata-se do primeiro passo para o Rio conseguir controlar a arrecadação referente às passagens de ônibus e haver mais transparência no setor.

Ainda de acordo com a SMTR, o processo começará a ser implantado no primeiro semestre de 2023 no sistema BRT. Os demais meios de transporte, isto é, ônibus municipais, vans e VLT, terão a bilhetagem digital a partir de 2024.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui