Rio: Mais de 90 caminhões de combustível são vistoriados em operação contra crimes fiscais

Na operação, um caminhão foi flagrado descarregando combustível em local diverso ao escrito na nota fiscal. Um motorista também foi preso por porte ilegal de arma

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Caminhão é vistoriado durante fiscalização da Operação Foco Divisas / Divulgação Casa Civil

Entre os dias 18, 19 e 20 de junho, foi realizada a operação Fuel Route II, uma iniciativa do programa Operação Foco Divisas, da Secretaria de Estado da Casa Civil, para combater crimes fiscais relacionadas à distribuição de combustível no território fluminense. Mais de 90 caminhões tanques foram vistoriados. As secretarias de Estado de Fazenda e da Polícia Militar participaram da ação.

Na cidade do Rio, a operação contou com o apoio da Prefeitura, através da atuação da Central de Inteligência, Vigilância e Tecnologia de Apoio à Segurança Pública (CIVITAS). O serviço flagrou um caminhão tanque descarregando 15 mil litros de gasolina e 10 mil litros de óleo diesel em rota diversa da informada no documento fiscal. O flagrante resultou em multa para a empresa de transporte e para o posto de combustível.

Ainda na capital, um caminhão tanque com 10 mil litros de etanol foi apreendido por apresentar irregularidades na nota fiscal. Os agentes verificaram contradições entre as informações do documento e a operação que estava sendo realizada. Os lacres do tanque também não condiziam com o que constava na nota.

Advertisement

Um caminhão tanque com nove mil litros de Agente Redutor Líquido Automotivo (Arla) foi apreendido em Itaperuna. O produto estava sendo transportado com nota fiscal falsa.

“Esse tipo de atuação configura crime de fraude por simulação, gerando sonegação fiscal, e uma concorrência desleal dentro do Estado. São irregularidades como essa que ações conjuntas como essa buscam combater”, disse o superintendente de Fiscalização da Sefaz-RJ, Elson Caetano dos Santos.

Durante a operação, um motorista foi preso por porte ilegal de arma. Ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil, apesar de ter se declarado Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC). O homem não apresentou a documentação comprobatória exigida pelo Governo Federal.

Os agentes também apreenderam um veículo com indícios de clonagem.

“Uma operação dessa grandeza, que envolve três secretarias estaduais, e ainda conta com o suporte técnico da Prefeitura do Rio, é de suma importância para a população, principalmente no que diz respeito ao combate ao crime fiscal. Foram três dias de ação incansável, abordando e fiscalizando caminhões que fazem o transporte de combustível dentro do Estado, garantido que o cidadão não se torne vítima de empresas que tentam burlar as normas fiscais”, comentou o subsecretário Especial de Controle de Divisas, coronel Eduardo Vaz Castelano.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio: Mais de 90 caminhões de combustível são vistoriados em operação contra crimes fiscais
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui