Rio perde eventos por causa das imagens de segunda – Bastidores do Rio

Claudio Castro vira piada; Porta voz não oficial culpa recém nomeado por crise; Pedro Duarte lançará candidatura a Prefeito do Rio; Disque Denúncia sem convênio com Governo

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Daniel Martins/Diário do Rio

Piada
A frase dita pelo governador Claudio Castro de “que o Crime Organizado não ouse desafiar nosso estado” soou como piada para muitos.

Apreendidas
As peças sacras de prata bicentenárias que pertenciam à Igreja de Nossa Senhora da Lapa dos Mercadores e outras igrejas foram apreendidas pela Polícia Federal na Casa de Leilões Dagmar Saboya na última segunda (23/10).

Habemus Candidatus
Pedro Duarte já definiu data e local para seu anúncio, e contará com nomes nacionais no evento.

Pegou mal
O Porta Voz Não Oficial do Governo jogar toda a culpa do desastre de ontem para o recém nomeado secretário da Polícia Civil pegou muito mal.

Advertisement

Pegou mal II
Até porque os líderes de verdade assumem a culpa pelo problema e não mandam recados assim.

Pegou mal III
No mais, quem pariu Matheus que o embale.

Arranhão na Imagem
Enquanto fica nisso, o Rio perdeu dois importantes eventos ontem. Viram a TV e trocaram, com tudo já assinado, por São Paulo.

Disque Denúncia
967 ligações perdidas no disque denúncia de 10 da noite até 6 da manhã porque Castro não renovou o convênio com o disque denúncia.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio perde eventos por causa das imagens de segunda - Bastidores do Rio
Advertisement

8 COMENTÁRIOS

  1. SP não é tão melhor do que o RJ assim, mas os serviços acontecem e a oferta é maior. Só de policiais + guardas metropolitanas ponderando as populações é uma proporção de 4 para 1. Fora os equipamentos disponíveis. A defesa das autoridades pela sociedade civil conta muito também. Por isso os eventos de $$$$$$$ vão embora e ficamos apenas com as sobra$.

  2. Eu poderia lembrar de como o Diário do Rio, através de seus colunistas, fez campanha aberta para Claudio Castro em 2022. Há anos o governador tem ligações com políticos ligados aos grupos que tocam o terror na Zona Oeste e que resolveram mostrar as garras na última segunda. Mas isso seria de uma covardia de minha parte. Vou apontar o seguinte: Em 2018, tivemos intervenção federal no estado, como os colunistas desse site tanto desejam hoje. Além de não terem resolvido o problema da violência, causaram outros problemas. Há anos correm denúncias de como os principais líderes dessa operação facilitaram o acesso de armamento por parte desses grupos, além das denúncias de violência contra moradores. A real é que esse tipo de operação apenas serve pra catapultar nomes de gente incompetente pra política: Graças a fracassada operação de 2018 temos que ver gente como Braga Netto sonhando em ser prefeito do Rio. OBS: Os tais eventos já tinham fechado com São Paulo e estavam fazendo “leilão” pra ver se conseguiam mais grana com o Rio de Janeiro. Essa situação foi conveniente pra “fingirem preocupação com segurança” e meterem esse papo. Ora, São Paulo é tão insegura quanto o Rio. Essa nota serve apenas pra levantar o ego do colunista.

  3. A solução para o Rio de Janeiro é uma só: tacar fogo na cidade inteira, exatamente o que Israel faz com Gaza. Aqui nada presta, nada funciona. Aqui é a própria praga.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui