Rio pode ter delegacia especializada em crimes sexuais

Proposta tramita na Alerj e ainda precisa ser votada em segunda discussão

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O Rio de Janeiro pode ganhar uma delegacia voltada para o atendimento de vítimais de crimes sexuais. O projeto foi provado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) em primeira discussão, nesta terça-feira (14/03). A proposta, de autoria da deputada Tia Ju (REP), autoriza o Governo do Estado a criar a Delegacia Especializada de Atendimento aos Crimes Sexuais (DEACRIS). O texto ainda precisa ser votado em segunda discussão pela Casa.

A autora do projeto justifica a medida com base nos índices de violência do estado. Foram 5.105 casos de estupro só em 2021, segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), o que corresponde à média de um caso a cada 100 minutos.

Os dados revelam que esse crime brutal carece da ação dirigida do Poder Público, visando a concentração de esforços dos órgãos de segurança pública, desde o processo de investigação, à captura, até a condenação dos agressores. É neste sentido que o projeto de lei propõe a criação da delegacia especializada”, explicou Tia Ju.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio pode ter delegacia especializada em crimes sexuais

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui