Rio pode ter metrô ligando o Santos Dumont ao Galeão

Inciativa é um dos pontos que estão sendo discutidos no plano de privatização do Aeroporto Santos Dumont

Rio de Janeiro | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

O Governo Federal vem cogitando algumas alternativas para tentar convencer as autoridades do Rio a privatizar o Aeroporto Santos Dumont, na região central da Capital Fluminense. O receio de integrantes das gestões municipal e estadual é de que haja um enfraquecimento do Aeroporto Internacional do Galeão, na Ilha do Governador, com a perda de mais voos internacionais.

Uma das opções em pauta, segundo divulgou o jornal O Globo, é a possibilidade de usar os recursos das outorgas dos terminais para a construção de um metrô ligando os dois aeroportos, em um projeto estimado em R$ 5,5 bilhões.

A outra saída seria limitar o crescimento do Santos Dumont para dar tempo de recuperação do aeroporto internacional.

O aeroporto Tom Jobim, privatizado em 2013, nunca atingiu o número de passageiros previsto na concessão e viu voos internacionais migrarem para Guarulhos (SP).

A ideia que vem sendo discutida, é que tanto o Santos Dumont quanto o Galeão tenham autonomia para operar sem que o funcionamento de um prejudique o outro, inclusive, os voos internacionais só seriam liberados depois que o Aeroporto Internacional consiga ter uma atuação sustentável. Com isso, o Rio teria dois terminais para atender a demanda de viagens para outros países.

Para isso, serão realizadas mudanças operacionais no Santos Dumont: o prazo para que o operador do terminal execute a obra que permitirá a obtenção de certificação internacional para aumentar os voos vai subir de três para cinco anos. Dando tempo, que os especialistas consideram necessário para que ambos possam atuar simultaneamente.

Após esses ajustes, a previsão é de que o Santos Dumont amplie os atuais 23 movimentos por hora (pouso e decolagem) para 30 movimentos por hora. Fazendo com que o volume de usuários por ano suba algo em torno de 13 milhões de passageiros.

Segundo a última versão do edital, o Santos Dumont será leiloado em blocos de terminais com lance mínimo de R$ 355 milhões. O investimento total está estimado em R$ 1,3 bilhão. A expectativa é que leilão seja realizado até abril de 2022.

Outro ponto para ser definido será a parte dos recursos a serem pagos pelos concessionários dos dois aeroportos à União a título de outorga poderão ser aplicados na construção do metrô para ligar a área central do Rio (Santos Dumont) à Ilha do Governador (Galeão).

Advertisement

31 COMENTÁRIOS

  1. É necessário e urgente uma rede de metrô ou VLT ligando os aeroportos e a Rodoviária Novo Rio. São as principais portas de entrada da Cidade. Poderiam ampliar essa linha até Duque de Caxias e Ilha do Governador. Concordo que outras obras são necessárias no Rio como o metrô da Gávea e a Transbrasil.

  2. Por questões de pista, o Galeão sempre será o aeroporto Internacional do Rio. Claro que deveriam pensar em uma ligação mais racional entre os dois aeroportos, mas não vejo racionalidade em transformar SDU em internacional, ele já tem a importancia que tem sendo o que é hoje. O ruim do Galeão é a integração com o resto da cidade, que é bem porca mesmo, mas com boa vontade e com projetos sérios de transporte para o Galeão, dá pra fazer com que ele seja atrativo sim. A Ilha do governador nem é tão longe do Centro do Rio, falta vontade política para fazer sistemas racionais de transporte…

  3. Muitos projetos errados na área de transporte no Rio de Janeiro foram feitos nas últimas décadas, todos consumindo muito dinheiro e não dando os resultados esperados. Podemos citar a linha Amarela como via para carros e ônibus ao invés de uma linha de metrô por cima; a junção das linhas 1 e 2 do metrô na linha 1A, que só piorou o serviço e congelou os intervalos de ambas as linhas, visto que formou um “Y” próximo à estação da Central do Brasil, onde os trens das duas linhas passam a utilizar os mesmos trilhos; a implementação de uma série de corredores de BRT, onde, em muitos casos, um sistema de maior capacidade seria exigido (BRT Transoeste é um exemplo gritante de inadequação entre capacidade do sistema e demanda de passageiros, já que serve a Campo Grande, bairro mais populoso do Rio, e Santa Cruz, um dos mais populosos, também), isso sem falar que se está construindo o corredor Transbrasil de BRT, que ameaça ser mais caótico que a Transoeste, pois visa absorver o contingente proveniente da Baixada Fluminense, além do BRT Transolímpico, subutilizado, pois a demanda para essa ligação entre Barra e Deodoro só atendeu aos Jogos Olímpicos, já que ligava os dois maiores polos dos Jogos (Barra e Deodoro), mas não continuou existindo depois do evento. Por tudo isso, não podemos mais errar. Já gastamos muito dinheiro com projetos equivocados. À primeira vista, a ligação do Santos Dumont ao Galeão por metrô parece interessante. Mas penso ser fundamental que tal linha de metrô esteja conectada ao metrô já existente e aos trens da Supervia (de preferência na Central do Brasil ou São Cristóvão, para onde trens de todos os ramais convergem) à rodoviária e até ao porto do Rio de Janeiro, já que tais conexões permitiriam o acesso aos dois aeroportos a pessoas provenientes dos mais diversos lugares da cidade e também aos que chegassem ao Rio por outros meios de transporte (ônibus ou navios de cruzeiro) para fazer conexões aéreas na cidade.

  4. COMO O POVO DO RIO DE JANEIRO É PATÉTICO, AINDA ACREDITAM MESMO EM PAPAI NOEL, UMA CIDADE QUE SE QUER TEM UM ÔNIBUS LIGANDO SEUS AEROPORTOS, UMA CIDADE QUE CRIOU UM LIXO CHAMADO BRT, UMA CIDADE QUE TEM UM LIXO CHAMADO SUPERVIA, UMA CIDADE QUE TEM UM METRÔ COM LINHA 4, COM DUAS LINHAS ETC…ETC…ETC… ACHA MESMO QUE VÃO FAZER UM METRÔ ENTRE GIG E SDU???? SÓ VOCÊS MESMO, VOTAM EM GOVERNADORES E PREFEITOS MARGINAIS E DEPOIS FICAM VIAJANDO!!!

  5. Brt na avenida Brasil que era para estar pronto antes das olimpíadas acreditem antes das olimpíadas até hoje não está pronto obras abandonadas isso foi no outro governo do atual prefeito, obras do Arco metropolitano em manilha cidade de itaborai abandonadas desde do governo Cabral e Paes e agora quem lançar metrô em os aeroportos ,isso é o políticos do RJ , arrumando mais obras para sumir o dinheiro e ficar abandonadas……..

  6. Será mais uma obra que irá iniciar e não será terminada?
    Poderia terminar obras como: o metrô da Gávea (o material abandonado e deteriorando na Leopoldina), a transbrasil com previsão para dezembro de 2023…
    Quais mais obras inacabadas espalhadas no Rio de Janeiro? Alguém pode lembrar…

    Outra pergunta: qual é a prioridade no planejamento da cidade?

  7. R$ 5,5 bilhões (U$ 1 bilhão).
    Certamente com 15% desse valor monta-se um sistema de transporte por embarcações movidas a energia eletro-solar, muito mais confortável do que o metrô, sem a necessidade de obras viárias, muito mais rápido de ser implantado

  8. Como sempre esses políticos do RJ metendo os pés pelas mãos e superfaturando obras para seu benefício, a mesma coisa vai ser essa Transbrasil, esperem pra ver o bicho que vai dar.

    • Vai voar mais alto sim . Pois o.principal aeroporto do Rio de janeiro que é o Santos Dumont será INTERNACIONAL . Pois suporta TODOS os voos da América do Sul. Aerolineas Argentinas . SKY . Avianca entre outras utilizam o mesmo equipamento que pousa no Santos Dumont. Insistir que Galeão é principal aeroporto é a mesma coisa que pedir para Brasília devolver a Capita para o Rio de Janeiro.

        • Pergunte a riogaleao se eles querem perder este voo de galinha …. outra meu caro . Se perder estes voos de galinha . A riogaleao entrega a concessão.

          • Que bom que opinião de quem faz voo de galinha é irrelevante. Por vc, podem acabar voos diretos para Europa, América do Norte, Marrocos, Dubai etc
            Não te fazem falta, né? Entendo…

  9. O desenvolvimento do Rio passa pela valorização de seu principal aeroporto, o Galeão.
    Não podemos só usar um aeroportinho no Centro, que só pousa teco-teco. Estamos alimentando hubs como Guarulhos, Brasília e Confins; gerando emprego e renda nesses locais. Além disso, não esqueçamos que o Galeão serve a outras cidades e até estados próximos.
    Essa mentalidade de que o Rio é a Zona Sul é deprimente e de quem pensa pequeno.
    O Rio de Janeiro precisa dar voos mais altos (e longos). Literalmente.

  10. Um absurdo! Isso não é para beneficiar a população carioca e fluminense. Mas quem faz ponte aérea. De um aeroporto com vôos internacionais para um aeroporto de vôos domésticos.
    A população da Baixada e de Niterói, ou mesmo dentro da cidade do Rio, região da grande Jacarepaguá, Campo Grande, ou ao longo da Avenida Brasil, sofrem com o transporte e não tem alternativas rápidas para deslocamento de um lado ao outro da cidade.

  11. Bom para as olimpíadas construímos o BRT lá no galeão, ao invés de construir uma linha do metrô para a população da ilha do governador e servindo também ao aeroporto e conectando a linha 1 e passando pela rodoviária e o Santos Dumont.
    O certo o Santos Dumont servir apenas a voos executivos e regionais e deixar toda operação no Galeão e construir um metro para servir à população e passageiros do aeroporto.

  12. Eu acho que tem erro na matéria. A conexão seria um metrô leve ligando o Galeão á malha metroviária. No caso seria uma ligação Galeão x Estácio

  13. Ninguém mais quer viajar pelo galeao … está campanha hopócrita é como exigir alguém parar de tomar coca cola e tomar Pepsi. O galeao é longe demais . Lugares violentos para passar e outra ninguém tira o charme de decolar pelo Santos dumont e assistir uma turnê turística vendo de graça o pão de açúcar e Cristo redentor e as praias de Copacabana e Ipanema.

      • É só ver os números de pessoas que embarcam pelo Santos dumont e as pessoas embarcando pelo galeao. E aí Eddie. Você vai querer parar de beber coca cola e beber refrigereco.

    • Isso não é campanha hipócrita. Isso é pensar o RJ de forma mais ampla , com o mínimo de estratégia e planejamento, buscando um RJ que seja bom inclusive para aquelas pessoas que provavelmente nunca na vida pegarão um avião. É claro q é excelente ter um SD mais forte e que tb tenha voos internacionais. Só que isso não pode inviabilizar um patrimônio como o Galeão. Até pq por mais que se melhore o SD, ele nunca poderá ser um verdadeiro hub de voos internacionais, somente o Galeão teria essa capacidade, e ter um aeroporto que seja hub é essencial para uma cidade que vive do turismo como o Rio de Janeiro! Qualquer desenvolvimento que leve a inviabilidade do Galeão seria um enorme tiro no pé do RJ!!!

  14. Na verdade nem precisaria de um Metrô, bastaria um MonoTrilho ou o próprio VLT já existente ser feito a via da ligação direta do Aeroporto Santos Dumont (SDU) com o Aeroporto Internacional Galeão (GIG), talvez ali com uma estação intermediária com a Rodoviária Novo Rio ou não.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui