Rio recebe navio de guerra francês destinado a reabastecimento de frotas em alto mar

Vitais em operações prolongadas, os navios da classe Jacques Chevallier, viabilizam as missões as marítimas sem a necessidade de retorno ao porto para abastecimento

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
BRF Jacques Chevallier atracado na Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ)/ Site

Em visita ao Rio de Janeiro, o novo navio francês de apoio logístico da classe Jacques Chevallier é uma embarcação de reabastecimento (Bâtiments Ravitailleurs de Forces – BRF) destinada a dar suporte a grupos de batalha navais, como porta-aviões e seus grupos de escolta. Vitais em operações prolongadas, os navios da classe Jacques Chevallier, viabilizam as missões das forças em alto mar, sem que a necessidade de retorno ao porto para abastecimento.

Os BRFs podem transportar grandes volumes de combustível e água, além de munição, peças de reposição e outros itens essenciais de suporte à frota. Estas embarcações também estão equipadas com convés de voo e instalações para a operação de helicópteros, o que possibilita a transferência vertical de carga.

Com 194 metros de comprimento, boca de 27.4 m, e calado de 9 m, o BRF Jacques Chevallier desloca 31.000 toneladas carregado. O navio atinge a velocidade máxima é de 20 nós e 10 nós com motores elétricos. Com autonomia de 30 dias, a embarcação tem alcance de 7.000 milhas náuticas a 16 nós.

Em janeiro deste ano, o primeiro navio da classe completou a primeira fase dos testes marítimos, sendo formalmente entregue à Marinha Francesa em julho, para a realização de novos testes. A embarcação integra o programa de navios de apoio logístico da classe Vulcano.

Advertisement

Fonte: Poder Naval

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio recebe navio de guerra francês destinado a reabastecimento de frotas em alto mar
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui