Rio recebe retorno das patinetes elétricas com expansão para a Grande Tijuca

A partir deste sábado (22/06), a empresa Whoosh instalará mil patinetes em aproximadamente 200 pontos de estacionamento em bairros como Ipanema, Leblon, Tijuca e Maracanã

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação/Whoosh

A partir deste sábado (22/06), os cariocas poderão contar novamente com o aluguel de patinetes elétricas nas ruas da cidade. A iniciativa é da empresa Whoosh, multinacional especializada em micromobilidade, que já opera com sucesso em diversas cidades pelo mundo e está expandindo suas operações no Brasil.

Inicialmente, a empresa instalará mil patinetes em aproximadamente 200 pontos de estacionamento nos bairros da Zona Sul, como Ipanema e Leblon, e na Zona Norte, incluindo Tijuca e Maracanã. A expectativa é aumentar esse número para até 2.600 patinetes nos próximos três meses, abrangendo cerca de 550 pontos de estacionamento.

Com mais de 400 quilômetros de ciclovias já implementadas e planos para adicionar mais 1.000 quilômetros até 2033, o Rio se mostra um cenário ideal para a popularização das patinetes elétricas no Brasil. O serviço estará disponível 24 horas por dia, com uma taxa de desbloqueio de R$ 2 e custo adicional de R$ 0,80 por minuto de uso, pagos via cartão de crédito ou PIX através do aplicativo da empresa, disponível para iOS e Android. Os usuários poderão localizar e reservar uma patinete, verificar o estado da bateria e conferir os preços das viagens diretamente pelo aplicativo.

Advertisement

A segurança também é uma prioridade: antes de iniciar o uso, os usuários deverão passar por um breve treinamento sobre as regras de trânsito e responsabilidade no uso das patinetes. A velocidade máxima é limitada a 20 km/h e ajustada automaticamente em áreas congestionadas. Áreas proibidas são claramente marcadas no mapa do aplicativo, garantindo a conformidade com as regulamentações de trânsito.

Diferentemente de operações anteriores de transporte de micromobilidade, as patinetes da Whoosh não podem ser deixadas em qualquer local. “Por meio do aplicativo, os usuários são direcionados a estacionar dentro de áreas demarcadas, o que contribui para a preservação e fortalecimento da harmonia no espaço público, abrangendo calçadas, ciclovias e demais infraestruturas urbanas”, explica  Francisco Forbes, CEO da Whoosh Brasil.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rio recebe retorno das patinetes elétricas com expansão para a Grande Tijuca
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui