Rio sediará primeira edição do Favela Summit

A iniciativa surgiu como um catalisador de oportunidades para pessoas da favela com a promoção de cursos de capacitação, em especial, na área de tecnologia

Favela toma a vista do Rio de Janeiro | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

No dia 5 de novembro, o Rio de Janeiro será palco da primeira edição do Favela Summit, evento que pretende discutir a inserção das favelas no ecossistema de inovação, impulsionando o empreendedorismo nas comunidades, conectando moradores e empresas.

A iniciativa surgiu como um catalisador de oportunidades para pessoas da favela com a promoção de cursos de capacitação, em especial, na área de tecnologia, a partir da experiência de seu cofundador, Pedro Berto, cria da favela Vila Autódromo, Rio de Janeiro, que estudou como bolsista na Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) e hoje é investidor e intraempreendedor na fintech Saltpay.

Durante a pandemia, Berto criou o “Favela Sem Corona”, que realizou testagens em massa na Rocinha, uma das maiores favelas do Brasil, em parceria com a Health Tech Hilab e patrocínio da SoftBank. Pela sua própria experiência profissional e pessoal, entendeu que iniciativas de inovação precisavam se aproximar das favelas e uniu esforços para agora lançar a 1.ª edição do Favela Summit.

Com tema “Favela, Educação e Empregabilidade”, o programa terá painéis que abordarão os principais desafios e ganhos de iniciativas implementadas, principalmente com o objetivo de criar oportunidades de inserção dos moradores de favelas no mercado de trabalho de tecnologia.

O evento acontece dia 5 de novembro, a partir das 13h30, no Centro Cultural da Fundação Getulio Vargas, no Rio de Janeiro, e conta com o patrocínio da Amazon Web Services (AWS). A inscrição é gratuita e pode ser realizada pelo site do projeto Favelasummit.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui