Foto: Divulgação

O estado do Rio de Janeiro registrou no ano passado uma queda de 20% nos chamados crimes violentos letais intencionais, dos quais fazem parte o homicídio doloso, o roubo seguido de morte e a lesão corporal seguida de morte.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Segundo dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), em 2019, foram registradas 4.154 vítimas em todo o estado, contra 5.180 no ano anterior. O número de mortes por intervenção de agentes do estado, no entanto, cresceu 18% em 2019.

Outros índices pesquisados pelo ISP que também caíram foram o roubo de veículos, que passou de 52.097 em 2018 para 39.749 casos em 2019, com queda de 24%, e o de cargas, que caiu de 9.182 para 7.455 casos, com diminuição de 19%.

De acordo com a pesquisa, no ano passado, houve 120.456 roubos de rua, incluindo de celulares. No ano anterior, foram feitos 130.620 registros, o que representa queda de 8%.

Os dados indicam que 22 policiais civis e militares foram mortos em serviço em 2019, i menor número desde 2015. Em 2018, ano que serviu de base para a comparação com os números de 2019, o estado do Rio esteve sob intervenção federal na maior parte do tempo.

Foram apreendidas 8.423 armas, sendo 550 fuzis, maior número nos últimos 12 anos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui