RJ alcança a melhor colocação de sua história nos Jogos da Juventude

Delegação fluminense ficou em 2º lugar no quadro geral de medalhas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Secretaria de Estado de Esporte e Lazer

O estado do Rio conseguiu um feito histórico na edição dos Jogos da Juventude de 2023, na cidade de Ribeirão Preto, em São Paulo, que terminaram neste último fim de semana. Pela primeira vez desde a criação da competição, em 2000, o TimeRJ terminou em 2º lugar no quadro geral de medalhas, consagrando o grande momento dos atletas fluminenses nos esportes escolares.

“É uma vitória histórica, o esporte tem muito a comemorar. Parabéns a toda a delegação do TimeRJ, atletas, técnicos e delegados, pelo excelente desempenho e conquista do segundo lugar nos Jogos da Juventude. São verdadeiros campeões e merecem todo o reconhecimento pelo esforço e dedicação. O Governo do Rio está trabalhando muito para fortalecer o desporto estudantil. Que continuem inspirando e brilhando no esporte” afirmou o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Rafael Picciani.

No primeiro quadro de medalhas divulgado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), organizador das olimpíadas escolares, o TimeRJ largou na sétima colocação, com a medalha de ouro conquistada nos 100m rasos do atletismo com Hakelly Souza, moradora de Macaé e um dos grandes nomes da delegação. Ela também levou o ouro nos 200m e, aos 14 anos, se tornou a campeã mais nova no atletismo na história dos Jogos da Juventude.

“Essa competição ficará para sempre na minha memória. Estou sem acreditar até agora no que eu conquistei. Foi muito legal ver o apoio de todos da delegação, de todas modalidades, fazendo questão de me dar os parabéns. Foi um sonho defender o Rio de Janeiro nos Jogos da Juventude. Vou continuar treinando forte para as próximas competições”, disse, Hakelly.

Advertisement

Ao final do primeiro bloco de competições, contudo, o Rio de Janeiro já estava com 11 medalhas de ouro, ocupando a segunda colocação, à frente de Paraná, campeão da edição de 2022, e atrás apenas de São Paulo, o estado-sede.

As emoções seguiram até o último dia dos jogos, quando o Rio de Janeiro teve vitórias fundamentais no vôlei masculino, handebol feminino e basquete masculino, com o último ouro conquistado, que sacramentou a melhor posição na história para o Estado.

“Foi emocionante demais ver o comprometimento dos meninos com o TimeRJ e a vontade que eles estavam de conquistar a medalha de ouro para o nosso estado. A campanha histórica do Rio de Janeiro foi um grande incentivo para todos, não só os atletas de todas as modalidades, mas também para nós, treinadores. Que sigamos nesse mesmo ritmo nos próximos anos, porque agora queremos brigar pelo 1º lugar no pódio”, afirmou o técnico de basquete masculino, Agostinho Ferreira.

No quadro geral de medalhas após o término dos Jogos, São Paulo ficou com o lugar mais alto do pódio com 45 medalhas de ouro, 36 de prata e 26 de bronze, totalizando 107. O Rio de Janeiro veio em seguida com 24 de ouro, 21 de prata, 20 de bronze e 65 no total. Fechando o pódio, Santa Catarina terminou com 22 de ouro, 19 de prata, 31 de bronze e 72 no total. O campeão de 2022, Paraná, terminou na quarta colocação, com 55 medalhas no total, sendo 16 de ouro, 18 de prata e 21 de bronze.

O chefe de delegação do Rio de Janeiro, João Orsay, fez um balanço final da competição. Ele conta que desde o início os atletas falavam que iam lutar por um lugar de destaque na competição.

“Antes do embarque dos primeiros atletas para Ribeirão Preto nos já víamos a garra desses jovens em buscar um bom desempenho para o estado. Pela motivação que os treinadores de cada modalidade estavam, pelos atletas escolhidos, tínhamos a esperança de terminar com o Rio de Janeiro entre os três melhores estados, e o final foi histórico. Pela primeira vez terminamos em segundo lugar, coroando a dedicação de todos os membros da delegação. Que venham as próximas competições para reafirmarmos que o Rio de Janeiro é, sim, uma potência do desporto escolar no nosso país“, disse o chefe da delegação fluminense.

Os atletas viajaram para Ribeirão Preto com apoio do Governo do Rio, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, que também forneceu ônibus de viagem para a delegação e kit-atleta com direito a uniforme de gala e de competição, tênis, meias e mochila.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp RJ alcança a melhor colocação de sua história nos Jogos da Juventude
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui