Foto: Reprodução/Internet

No último dia 13/01, teve início no estado do Rio de Janeiro a campanha ”RJ contra o Sarampo”, promovida pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

A ação tem como objetivo convocar a população com idade entre 6 meses e 49 anos para ser vacinada contra a doença nas unidades básicas de saúde. A expectativa é que, este ano, ocorram no estado mais de 10 mil casos da virose, que, em 2016, estava erradicada no Brasil. A imunização é a única forma de prevenção e de que venha a acontecer uma verdadeira epidemia.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Para o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, o movimento ”antivacina”, defendido por alguns grupos e propagado em redes sociais, foi um dos fatores que culminaram para o retorno da doença.

”A população precisa se certificar que está imunizada. O sarampo mata, e a vacinação é uma responsabilidade com a própria proteção, mas também com a da família, dos amigos e de pessoas próximas. Estamos convidando todos a aderirem à campanha, para gerarmos uma verdadeira mobilização pela saúde do estado do Rio de Janeiro”, convoca o secretário Edmar.

O esquema vacinal contra o sarampo está disponível durante todo o ano na rede pública de saúde para as faixas etárias recomendadas. Porém, com a iminência do aumento expressivo do número de casos, a orientação da SES é que a população busque as unidades básicas de saúde o quanto antes para receber a dose. Todos os municípios do estado do Rio de Janeiro estão abastecidos da vacina que previne a doença.

Dia D

No próximo dia 01/02 (sábado), haverá o 1º ”Dia D” da campanha, visando atender as pessoas que ainda não se vacinaram por não terem tempo hábil de ir ao posto de saúde durante a semana.

Transmissão e sintomas

O sarampo é uma doença altamente contagiosa, que pode ser transmitida por meio da fala, tosse e espirro.

A pessoa com sarampo pode apresentar mal-estar geral, febre, manchas vermelhas que aparecem no rosto e vão descendo por todo o corpo, tosse, coriza e conjuntivite.

Contraindicações

Em relação às contraindicações, pessoas com suspeita de sarampo, imunocomprometidas, gestantes e crianças com menos de 6 meses de vida não devem receber a vacina. Alérgicos a proteínas do leite de vaca devem informar a condição ao profissional de saúde no posto de vacinação para que recebam a dose feita sem esse componente.

Confira neste mapa o posto de saúde mais perto de sua residência e entre em contato para saber se a vacina está disponível.

1 COMENTÁRIO

  1. E o que foi feito pelo Estado contra aqueles pais, em especial, que militam contra a vacinação de seus filhos?
    A Polícia indiciou, o Ministério Público denunciou e o Judiciário condenou algum dia pais por exposição dos filhos ao risco de contágio e perigo à Saúde?
    A ação deles é criminosa.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui