RJ sobe 6 posições em ranking de competitividade dos Estados

O ranking analisa 27 estados do país e avalia suas competências nos serviços públicos, educação, segurança, entre outros; a pesquisa aponta que, em 2022, o Rio teve melhoras no aspecto fiscal, no pilar da eficiência da máquina pública e também no trabalho Judiciário

Vista aérea da orla do bairro da Barra da Tijuca • Foto: Rafa Pereira, Diário do Rio

Em 2022, o Rio de Janeiro subiu 6 posições no Ranking de Competitividade dos Estados elaborado pelo CLP (Centro de Liderança Pública). O Estado, em 2021, estava na 17ª posição e agora está na 11ª. Neste ano, houve melhora no aspecto fiscal, no pilar da eficiência da máquina pública, e também o trabalho do Judiciário, que subiu 7 posições.

Na prática, o Estado retomou o lugar que tinha em 2020, antes do impeachment do governador Wilson Witzel (PMB). Os escândalos e a desorganização dos dados governamentais comprometeram o desempenho carioca

Mesmo com a alta, é o Estado menos competitivo de todos da região Sudeste. Eis a ordem: São Paulo (1º), Minas Gerais (8º) e Espírito Santo (10º). Completam o top 10 os Estados do Sul e do Centro-Oeste.

RANKING

O Ranking de Competitividades dos Estados é realizado há 11 anos pelo CLP (Centro de Liderança Pública). Os Estados são avaliados em 86 indicadores, distribuídos em 10 pilares: Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação.

Fundado pelo cientista político Luiz Felipe d’Avila, em 2008, o CLP é uma ONG dedicada a formar lideranças e melhorar a gestão pública.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui