RJ terá núcleos de estudo para alunos considerados superdotados

Nova lei estadual foi sancionada e já publicada em Diário Oficial; Poder Executivo do RJ poderá firmar parceria com municípios e o Governo Federal

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Fachada da Secretaria de Estado de Educação do RJ - Foto: Reprodução/Internet

O Governo do Rio de Janeiro sancionou uma lei que autoriza a criação de núcleos especializados para alunos de altas habilidades e superdotação na rede estadual de ensino.

A medida, número 10.244/23 e de autoria original do deputado Júlio Rocha (Agir), foi publicada em Diário Oficial na última segunda-feira (18/12).

”Essa é uma forma de privilegiar as mentes mais brilhantes do estado e do Brasil, acolhendo-os em núcleos de ensino com capacidade de potencializar ainda mais as altas habilidades que o aluno já possui, de forma que desenvolva o dom natural com o qual nasceu o estudante”, justificou Júlio.

O Poder Executivo fluminense poderá firmar convênio com os municípios e o Governo Federal, além de instituições e empresas privadas para a instalação dos núcleos.

Advertisement

Além de Júlio Rocha, também assinam o texto como coautores os seguintes parlamentares: Brazão (União), Carlos Minc (PSB), Célia Jordão (PL), Cláudio Caiado (PSD), Dani Balbi (PCdoB), Danniel Librelon (Republicanos), Dionisio Lins (PP), Dr. Deodalto (PL), Dr. Serginho (PL), Elika Takimoto (PT), Elton Cristo (PP), Franciane Motta (União Brasil), Fred Pacheco (PMN), Índia Armelau (PL), Jorge Felippe Neto (Avante), Luiz Paulo (PSD), Marina do MST (PT), Martha Rocha (PDT), Otoni de Paula Pai (MDB), Rodrigo Amorim (PTB), Samuel Malafaia (PL), Tia Ju (Republicanos), Valdecy da Saúde (PL), Vinícius Cozzolino (União Brasil), Wellington José (Podemos) Yuri (PSOL).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp RJ terá núcleos de estudo para alunos considerados superdotados
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui