Rodrigo Bacellar vira alvo de investigação do MP por compra de imóveis milionários

Presidente da Alerj, Bacellar (PL) usa uma cobertura e uma mansão com R$ 3,6 milhões

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O Ministério Público Estadual (MP-RJ) abriu uma investigação contra o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Rodrigo Bacellar (PL), por improbidade administrativa. O Procurador-Geral de Justiça (PGJ), Luciano Mattos, instaurou um procedimento preliminar para apurar irregularidades no uso que o político faz de uma mansão, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, e de uma cobertura em Botafogo, na Zona Sul carioca.

Esta é a primeira vez que o deputado será investigado formalmente por irregularidades que envolvem sua atuação no Legislativo fluminense. Os imóveis, conforme revelado pelo jornal Metrópoles, custaram R$ 5,1 milhões e foram comprados em aquisição envolvendo R$ 3,6 milhões investidos por Jansens Calil, amigo de Bacellar.

O caso será conduzido pela equipe direta do chefe do MP, já que presidentes da Alerj têm foro privilegiado. Entre os atos de improbidade que podem ser investigados estão o enriquecimento ilícito e recebimento de vantagens econômicas e imóveis em decorrência do cargo. Nesses casos, as penas podem chegar à suspensão dos direitos políticos, ressarcimento, pagamento de multa e até perda da função pública.

Sobre a investigação da Procuradoria, o presidente da Alerj afirma que “assim que foi iniciada campanha de difamação, motivada por desavença política local, o deputado Rodrigo Bacellar determinou aos seus advogados, antes mesmo de ter ciência de qualquer investigação, que fosse peticionado ao Ministério Público, colocando-se à disposição para qualquer tipo de informação”.

Advertisement

Ele acrescenta que “isso demonstra sua total disposição em revelar, de forma transparente e objetiva, todos os documentos e contratos que comprovam a legalidade em relação aos imóveis e sua conduta pública. Inclusive, refutar a falsa informação sobre pagamentos em dinheiro vivo. Toda transação foi declarada no Imposto de Renda”.

O deputado disse ainda que “repudia qualquer tentativa de condenação midiática sem fundamento e baseada em denúncia política, como vimos recentemente na história do nosso país”.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Rodrigo Bacellar vira alvo de investigação do MP por compra de imóveis milionários
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Sempre digo: nisso povo tem os s governantes que merecem. Estou me baseando na as informações que leio e ouço nas mídias. 3stes Srs. querem entrar para política para se locupletar. Não só o Deputado citado má matéria, todos com pouquíssimas excessões. Nas ver o patrimônio deste deputado antes de fazer parte em algum cargo e comparar com o patrimônio de agora. Que eu saiba, ele é um servidor público e não passou a ser 7m empresário

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui