Rodrigo Neves conversa com o povo em feiras neste domingo

Candidato a governador participa de caminhadas em São Gonçalo, apresenta propostas para gerar 150 mil novos empregos e anuncia auxílio de R$ 500 para os mais pobres

Rodrigo Neves - feira de Neves e feira do Rocha - São Gonçalo - crédito Alex Ramos

A manhã chuvosa deste domingo, dia 4/9, não afastou o ânimo do candidato a governador do estado do Rio de Janeiro pelo PDT, Rodrigo Neves, que cumpriu agenda de campanha nas feiras de Neves e do Rocha, em São Gonçalo. Ao lado de lideranças políticas, apoiadores e militantes, o ex-prefeito de Niterói conversou com o povo sobre os planos de levar para São Gonçalo as políticas públicas que transformaram Niterói na cidade número um em qualidade de vida no estado do Rio de Janeiro.

Eu quero agradecer a acolhida que sempre tenho aqui em São Gonçalo, onde eu caminho sempre ao lado do povo. Estou certo de que nós vamos ganhar juntos esta eleição e vamos trazer para esta região a refinaria de petróleo, vamos reerguer a indústria naval e vamos entregar um ótimo Hospital da Mãe – que está abandonado. Também vamos realizar o maior projeto de transporte da década: vamos construir a linha 3 do metrô ligando Itaboraí, São Gonçalo e Niterói ao Centro do Rio, para melhorar a vida do povo de São Gonçalo”, afirmou Rodrigo Neves.

Ao falar sobre a situação da economia e do mercado de trabalho, Rodrigo Neves apresentou proposta para a criação de 150 mil novos empregos em frentes de trabalho para a expansão da rede de saneamento básico em todas as regiões do estado. “O atual governador abandonou os trabalhadores do Rio de Janeiro: os preços não param de subir, as vagas de emprego estão sumindo e o salário continua caindo. Para acabar com esse sofrimento do nosso povo trabalhador, vou lançar um programa para reconstruir o nosso estado e ao mesmo tempo gerar milhares de novos empregos”.

O candidato a governador reafirmou ainda o propósito de criar um programa de renda básica nos moldes do que lançou em Niterói quando era prefeito. “Hoje no Rio de Janeiro há três milhões de pessoas passando fome, sem nenhuma condição de se sustentar. Por isso, no meu governo vou criar um programa de renda básica com um auxílio de R$ 500 para as famílias mais pobres de todo o nosso estado, e esse programa vai chegar de imediato em São Gonçalo. Nós não vamos deixar ninguém passar fome no estado do Rio de Janeiro”, garantiu Rodrigo Neves.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui