Rodrigo Neves visita a Portela e fala sobre investimentos em Cultura

Candidato a governador participou da tradicional feijoada ao lado do prefeito Eduardo Paes e da presidente de honra da Escola, de Tia Surica

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Rodrigo Neves Eduardo Paes Carlos Lupi e Tia Surica - quadra da Portela - crédito Alex Ramos

Neste sábado, dia 3, o candidato a governador pelo PDT, Rodrigo Neves, prestigiou a Feijoada da Portela ao lado do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), do presidente do PDT, Carlos Lupi e da presidente de honra da Escola de Samba, Tia Surica. Na quadra da escola, o pedetista falou sobre a necessidade de o Estado investir no incentivo à Cultura, ao Samba e ao Carnaval. Antes, pela manhã, Neves participou de caminhada em Jacarepaguá.

Rodrigo Neves foi recebido na quadra da Portela, em Madureira, com apresentação da bateria, passistas e baianas e reverenciou o pavilhão da escola. “É sempre uma honra estar aqui na Portela, especialmente ao lado da Tia Surica e do Eduardo Paes. Juntos, nós vamos trabalhar para fortalecer cada vez mais a Cultura e o Samba no Rio de Janeiro. O nosso Carnaval é a maior festa popular do mundo, e à frente do Governo do Estado nós vamos trazer muito apoio para o Carnaval do Rio”, comentou Rodrigo Neves.

Portelense, Eduardo Paes brincou com Rodrigo Neves sobre a visita à quadra da Escola: “Ele escolheu vir aqui na Portela porque esta é a maior Escola de Samba do mundo, com todo respeito a todas as demais agremiações, inclusive aquela lá de Niterói que andou ganhando campeonato uns anos atrás”, disse Paes, se referindo à Viradouro, escola de samba niteroiense campeã de Carnaval de 2020 e frequentada por Rodrigo Neves, que foi prefeito de Niterói por oito anos.

Emprego e renda

03.09 Rodrigo Neves Taquara credito Alex Ramos 2 1 <strong>Rodrigo Neves visita a Portela e fala sobre investimentos em Cultura</strong>
Rodrigo Neves – Taquara – crédito Alex Ramos

Pela manhã, Rodrigo Neves participou de caminhada na Taquara, em Jacarepaguá, onde conversou com vendedores do comércio popular e ambulantes sobre seus planos para a geração de empregos e renda.

Advertisement

Nosso compromisso é fazer o estado do Rio de Janeiro voltar a gerar emprego e renda. Planejamos gerar 150 mil empregos nos primeiros dois anos, com frentes de trabalho; garantir um programa de renda básica para todas as famílias mais pobres, para que ninguém passe fome no estado do Rio de Janeiro; e também garantir a elevação do salário-mínimo regional, com responsabilidade fiscal, para R$ 1.550 a partir de 2023”.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp <strong>Rodrigo Neves visita a Portela e fala sobre investimentos em Cultura</strong>
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui