Avenida Dom Hélder Câmara (Foto: Eduardo Naddar)

Um das principais e mais conhecidas vias da Zona Norte do Rio de Janeiro, a Avenida Dom Hélder Câmara, antiga Avenida Suburbana, tem aproximadamente 11 km e liga o bairro de Benfica ao de Cascadura. Além disso, ela corta os bairros do Jacarezinho, Manguinhos, Maria da Graça, Del Castilho, Cachambi, Engenho de Dentro, Pilares, Abolição, Piedade e Quintino Bocaiúva.

O trecho recebe um grande contingente de veículo e começou a se chamar Dom Hélder Câmara por decreto do ex-prefeito Luis Paulo Conde, em 1999, embora muitos cariocas ainda a chamem de Avenida Suburbana, ou “Antiga Suburbana”.

O Norte Shopping, um dos maiores complexos comerciais do Rio e a Catedral Mundial da Fé, da Igreja Universal do Reino de Deus, são os principais pontos de referência desta importante avenida.

Mas afinal, quem é Dom Hélder Câmara?

Dom Helder Câmara (Foto:Folha de S. Paulo)

Dom Hélder Câmara (1909-1999) foi um religioso, bispo católico e arcebispo emérito de Olinda e Recife. Ficou conhecido internacionalmente pela defesa dos direitos humanos. Recebeu diversos prêmios, entre eles, o Prêmio Martin Luther King, nos Estados Unidos e o Prêmio Popular da Paz, na Noruega.

Dom Hélder Pessoa Câmara nasceu em Fortaleza, estado de Ceará, no dia 07 de fevereiro de 1909. Filho de João Eduardo Torres Câmara Filho, jornalista e bibliotecário, e da professora primária, Adelaide Pessoa Câmara.

Dom Hélder Câmara criou organizações pastorais em prol da valorização dos pobres, criou projetos para atender as comunidades do Nordeste, que viviam em situação de miséria.

O religioso recebia apoio e convites para proferir palestras, presidir ou receber homenagens das universidades brasileiras e instituições internacionais.

Publicou 23 livros, sendo 19 deles traduzidos para 16 idiomas. Recebeu 30 títulos de Cidadão Honorário, 28 de cidades brasileiras, um da cidade de São Nicolau, na Suíça em 1985, e outro de Rocamadour, na França em 1987. Ao todo foram 716 títulos de homenagens e condecorações.

Em 1985 Dom Hélder foi substituído pelo bispo conservador Dom José Cardoso, porém continuou atuando em favor dos pobres. Em 1991, iniciou um movimento contra a fome.

No final da década de 90, com o apoio de diversas instituições filantrópicas, lançou oficialmente a campanha “Ano 2000 Sem Miséria”.

Dom Hélder Câmara faleceu na cidade do Recife, no estado de Pernambuco, no dia 27 de agosto de 1999, de parada cardíaca.

2 COMENTÁRIOS

  1. Por favor, avisem ao “bispo”, macedo e seus pupilos, quem foi essa PERSONALIDADE, acho que não querem conhecer, fingem não saber o novo nome da avenida Suburbana, tbm pudera, vivem espalhando que o FERIADO NACIONAL DO DIA 12 (DOZE) DE OUTUBRO, é porque é o DIA da Criança, é ñ porque é o DIA DE NOSSA SENHORA APARECIDA. É por isso q ñ levo em conta nada da sua seita, diferente de outras denominações cristãs (Luteranos, Presbiterianos, Metodistas, Anglicanos, por ex…). Que possuem algumas divergências teólogicas, da minha religião CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA (é um dos ritos, existem outros em comunhão pelo mundo), ñ têm essa postura ignorante e falsa.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui