Por Bernardo Moura

Camara Trio MY Space Quem diria que um flyer possa ser tema de blog?! Pois é, vai. Tudo começou quando um destes foi parar em minhas mãos, lá no centro da cidade. Como a maioria delas, a filipeta anunciava um show de samba numa casa da Zona Sul. Até aí, beleza. O curioso foi notar que o grupo em questão divulgou a página na internet que constava o seu trabalho.

 

Mas, ora você deve estar pensando: onde este cara vive? É louco?

 

Sim, posso até ser. Porém, não constava um site qualquer, e sim, o perfil no MySpace. Bem, pra quem não sabe o MySpace é um espaço (site de relacionamentos) em que as pessoas divulgam tudo: vídeos, música e elas próprias. Então, estes dados ficam na rede disponíveis a qualquer um. Basta acessar e pronto. É aí que entra o grupo Camará Trio.

 

A banda é formada por Karin Verthein (violino), Tomaz Lemos (violão) e Thiago Aquino (pandeiro). Atentou para o detalhe? Não tem voz é só a melodia.

Antes chamada de Trio Assanhado, estreou em novembro de 2007. Em 2008, lançaram o show "Afro samba e outros gueri gueri". E justamente esses “gueri gueri” que são especiais. Suas influências vão de Baden Powell a Vinícius; do samba ao baião e de Jimi Hendrix a Beatles. Uma mistura impressionante!

 

Partindo de tudo isso, pude perceber que o samba não está forte somente nas ruas, como também na internet. A rede mundial de computadores agrupa inúmeros e inúmeros materiais de samba disponíveis a ouvidos ao redor do mundo. Fazendo uma breve pesquisa, há rádios online com discos de Bezerra da Silva, Beth Carvalho. Há também uma seleção variada de novos sambistas. De Roberta Sá a Diogo Nogueira. E inclusive, sambas de botequim e sambas enredo.

 

No próprio MySpace há grupos de todas as cores, tipos e estilos de samba. Tem até uns gringos que imprimem como samba, mas é outra música.

 

No Twitter, há várias citações sobre samba nos perfis espalhados por lá. No Youtube, existem 115 mil vídeos do estilo musical.

 

Portanto, para quem pensava que o samba seria temporário, se enganou. O ritmo, que dizem ser de Angola, conquistou o mundo inteiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui