Opa! Mais empregos para os cariocas.

O Santander inaugurou 63 pontos de atendimento e reformou outros 26. O banco ainda instalou 400 caixas automáticos, além de contratar e recrutar 700 funcionários. Esses são os números conquistados pela instituição financeira no Rio de Janeiro nos últimos três meses. Em julho do ano passado, o banco venceu a licitação para administrar a folha de pagamento da Prefeitura, e em 31 de outubro, fez o primeiro depósito dos salários dos servidores municipais, antecipando o pagamento previsto para o início de novembro. Nos quatro primeiros dias de operação, foram realizadas mais de um milhão de transações, das quais 430 mil nos terminais de auto-atendimento e 533 mil nos caixas. Foram 178 mil pagamentos, 221 mil saques e 340 mil extratos.

Em apenas três meses, o Santander, praticamente, dobrou seu atendimento no Rio de Janeiro. O número de pontos de atendimento no Estado chegará a 130 este ano (até março de 2007 serão inaugurados mais 12).

Já o número de funcionários subiu de 556 para 1.238. -Foi como se tivéssemos montado um novo banco em apenas 90 dias. Algumas instituições têm redes de atendimento com o mesmo porte do que temos no Rio, hoje, mas fizeram isso em vários anos. Numa operação normal, em média, levaríamos cerca de um ano para termos essa estrutura, diz Marcelo Malanga, superintendente-executivo de Rede do Santander, responsável pela operação no Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui