São Gonçalo realiza ações para eliminar focos do Aedes aegypti

Os trabalhos serão realizados através das motofogs e os locais de aplicação tem base nos casos notificados pelo setor de Vigilância Epidemiológica

Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gonçalo

Equipes da Vigilância em Saúde Ambiental do município de São Gonçalo irão dar seguimento, ao longo desta última semana do ano, ao cronograma do serviço de pulverização de inseticida para eliminar o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. As ações são realizadas através do trabalho das motofogs e só não acontecem em dias chuvosos.

Os agentes também aplicam larvicidas em ralos, caixas d’água, tonéis, calhas e onde mais pode ser um local para a reprodução do mosquito. Se encontram larvas, fazem a eliminação e/ou aplicam larvicidas, colocam telas nas caixas d’água e armadilhas para capturar os ovos, larvas e mosquito adulto.

Os locais de aplicação do inseticida são definidos pelo Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental com base nos casos notificados pelo setor de Vigilância Epidemiológica. O departamento aponta os locais com maiores notificações das doenças.

É importante destacar que para manter a casa longe dos vetores, é preciso limpar calhas e ralos, tapar caixas d’água, colocar garrafas e recipientes com a boca para baixo, preencher os pratos de vasos de plantas com areia, manter lonas de materiais de construção e piscina sempre esticadas, guardar pneus velhos, manter tonéis e latões fechados. Vale lembrar que qualquer gota d’água pode se tornar criadouro do mosquito.

A Vigilância Ambiental também tem o pronto-atendimento. Qualquer cidadão pode ligar para o setor e pedir uma visita nos casos de infestação de qualquer vetor. Os pedidos são atendidos, em média, em uma semana.

Nesses casos, os agentes averiguam a denúncia e realizam a ação necessária para acabar com os vetores. As denúncias podem ser feitas pelo telefone da Vigilância Ambiental (21) 3195-5198, ramal 1008 ou da Coordenação de Vetores (21) 2604-6446.

Programação da pulverização de inseticidas

Segunda-feira, (26/12): Arsenal, Eliane, Ieda, Monjolos, Largo da Ideia, Novo México, Mutuapira e Cruzeiro do Sul

Terça-feira, (27/12): Engenho do Roçado, Ipiíba, Vista Alegre, Barro Vermelho e Antonina

Quarta-feira, (28/12): Rio do Ouro, Pacheco, Guarani, Santa Catarina e Nova Cidade

Quinta-feira, (29/12): Várzea das Moças, Jardim Tiradentes, Lagoinha, Boaçu, Vila Lage e Trindade

Sexta-feira, (30/12): Maria Paula, Jardim Miriambi, Brasilândia, Covanca, Luiz Caçador e Recanto

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. só lembrando que as ações principais de prevenção é o cidadão que aplica, tomando as medidas que todos já sabem de cor e salteado. e jogar lixo no lixo é o principal.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui