Saúde do Rio oferece prevenção e tratamento no Carnaval

Além de todas as vacinas do calendário de rotina infantil e adulto, a unidade também fará a dispensação da medicação de profilaxia pós-exposição (PEP) e pré-exposição (PrEP) ao HIV

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

No carnaval, o bloco da vacina e da prevenção vai desfilar todos os dias. O Super Centro Carioca de Vacinação funcionará todos os dias, inclusive no domingo e no feriado, das 8h às 22h. Além de todas as vacinas do calendário de rotina infantil e adulto, a unidade também fará a dispensação da medicação de profilaxia pós-exposição (PEP) e pré-exposição (PrEP) ao HIV. A unidade fica localizada na Rua General Severiano, 91, em Botafogo.

PEP é a profilaxia pós-exposição e consiste no uso de medicações antirretrovirais pelo período de 28 dias para diminuir o risco de infecção pelo HIV, após acontecer exposição ao vírus, seja por relações sexuais desprotegidas, situações de violência sexual ou acidentes com material biológico. Além dessa medicação, são dispensados antibióticos e contraceptivos de urgência.

A pessoa exposta deve procurar rapidamente uma unidade de saúde de urgência e emergência (hospitais e UPAs) para uma avaliação. Serão realizados testes rápidos para o HIV, sífilis e hepatites virais e, de acordo com os resultados e com a avaliação de risco feita pelo profissional de saúde, será indicado ou não o uso de medicação.

Já a PrEP trata-se do uso de medicação antirretroviral por pessoas não infectadas pelo HIV, mas que estão extremamente vulneráveis ao vírus. São os casos de casais – tanto hetero quanto homoafetivos – em que apenas um dos parceiros vive com o vírus.

Advertisement

Tratamento para dengue

Além das vacinas e do PEP e da PrEP, o Super Centro Carioca de Vacinação também tem atendimento exclusivo para pacientes com dengue e funcionará todos os dias do carnaval, das 7h às 19h. A unidade se junta às de Curicica, Campo Grande, Santa Cruz, Del Castilho, Bangu, Madureira, Complexo do Alemão e Tijuca para o enfrentamento da epidemia. O atendimento emergencial de dengue pode ser feito ainda durante o carnaval nas 15 UPAs municipais e nas 16 da rede estadual, além de nos centros de emergência regional (CERs) ou, para os casos mais graves, nos hospitais da rede de urgência e emergência.

Os polos de dengue são preparados para o diagnóstico e tratamento das pessoas com a doença, com pontos para hidratação venosa ou oral, conforme necessidade de cada caso. Pacientes com quadros mais graves e indicação de internação são regulados pela Central Municipal de Regulação e transferidos para leitos dedicados à dengue nos hospitais da rede de urgência e emergência do município. O Hospital Municipal Ronaldo Gazolla (HMRG), em Acari, é a unidade de concentração para a doença, inicialmente com 20 leitos.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Saúde do Rio oferece prevenção e tratamento no Carnaval
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui