Seop e Guarda Municipal apresentam planejamento Operacional de Ordenamento no Réveillon de 2023

Mais de 1.500 agentes públicos irão atuar na organização e logística desta grande festa

Réveillon 2020 em Copacabana - Foto: Alex Ferro/Riotur

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Ordem Pública (Seop) e Guarda Municipal, monta esquema especial para celebrar o Réveillon de 2023, em Copacabana, na Zona Sul da cidade, e contará com emprego de 1.517 agentes em ações de ordenamento urbano, de trânsito, além de promover a segurança dos cariocas e turistas que assistirão a queima de fogos. O efetivo atuará em turnos, a partir das 7h do dia 31 de dezembro até o dia 1º de janeiro. Do total de agentes, 355 serão empregados exclusivamente no monitoramento e fiscalização do trânsito.

O esquema contará com apoio de 124 viaturas, entre carros e motos, dez reboques, além dos agentes terem a sua disposição rádios comunicadores, smartphones adquiridos recentemente e pistolas de eletrochoque. Somente nas ações de ordenamento urbano e com foco no bem-estar e segurança dos cidadãos serão 95 postos de atuação da Guarda Municipal na orla e vias de acesso do bairro de Copacabana, com atenção especial a pontos de bloqueio e suporte no entorno dos postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde. Também ocorrerá o patrulhamento motorizado na Enseada de Botafogo, onde haverá estacionamento para os ônibus.

A Secretaria de Ordem Pública vai contar com oito bases de apoio pelo bairro de Copacabana, sendo uma fixa e as demais com carros ou motos de apoio, além do patrulhamento ostensivo do Forte de Copacabana até o Leme. A equipe vai coibir os ambulantes e carros estacionados de forma irregular, para proporcionar maior fluidez nas ruas e calçadas do bairro, fiscalizar os ambulantes fixos nas faixas de areia, remover veículos piratas, realizar o atendimento às pessoas em situação de rua, além de manter a ordem e segurança dos passageiros nas viagens de BRT com destino às praias.

“Já começamos as operações preventivas pro Réveillon, intensificando as ações de ordenamento em Copacabana para desobstruir o espaço público ocupado indevidamente por comerciantes ambulantes. Estamos atentos também às areias para proibir vendas de garrafas de vidro, desenterrar estruturas que eventualmente as pessoas colocam, que são proibidas. Além disso, a gente faz cumprir a portaria que proíbe estacionamento ao longo da orla de Copacabana e outros locais nesses bairros. A gente reforça a importância de serem cumpridas as orientações do poder público para que todos tenham uma noite de Réveillon tranquila e com segurança”, ressalta o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Como nas edições anteriores, o Centro de Comando e Controle Móvel ficará estacionado na Avenida Atlântica, esquina com a Rua República do Peru, ligado ao Núcleo de Videopatrulhamento com acesso às câmeras da Prefeitura, dando mais agilidade no flagrante e coerção de delitos. A operação contará ainda com agentes do Grupamento de Cães de Guarda (GCG) atuando no entorno das estações do metrô Siqueira Campos e Cardeal Arcoverde, em ação preventiva de patrulhamento e em apoio ao público, com o foco na promoção da sensação de segurança. Também serão montadas cinco tendas operacionais, que ficarão instaladas na altura da Avenida Princesa Isabel, ruas Rodolfo Dantas, Paula Freitas e Santa Clara, e em frente ao Posto 2, para dar suporte ao Grupamento Especial de Praia e Marítimo (GPM) que farão rondas na faixa de areia.

“Este Réveillon é importante para nós, pois é uma continuidade da retomada definitiva das atividades culturais e de lazer na nossa cidade, após a pandemia. Estamos disponibilizando nossos recursos humanos e de equipamentos e estratégias para que a população carioca possa desfrutar desse momento especial com tranquilidade e segurança”, destaca o comandante da GM-Rio, inspetor geral José Ricardo Soares.

Todas as mercadorias apreendidas serão colocadas em caminhões baseados em Copacabana e depois encaminhados para o depósito público, dando agilidade no serviço operacional. Estarão envolvidos na Operação do Réveillon, os agentes da Seop da Subsecretaria de Operações, Coordenadoria de Controle Urbano e Especial de Transporte Complementar, a Gerência de fiscalização de estacionamentos e reboques, e agentes dos programas Rio+Seguro, BRT+Seguro e Coordenadoria de Ações Territoriais Integradas.

Ações de Controle e Fiscalização de Trânsito

Do total do efetivo, 355 guardas vão atuar exclusivamente no controle e na fiscalização do trânsito. As equipes do Grupamento Especial de Trânsito farão a implantação e o monitoramento dos pontos de bloqueio de acordo com o planejamento feito pela CET-Rio. Os guardas municipais também ficarão responsáveis pela implantação dos bloqueios na área de lazer, fiscalização da proibição de estacionamento na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, e a fiscalização e o monitoramento das estações do metrô.

Os agentes vão monitorar também pontos estratégicos no Parque do Flamengo e Enseada de Botafogo e Ipanema, para fiscalizar o estacionamento de ônibus fretados. Para realizar as ações de trânsito, as equipes terão o suporte de rádios transmissores e smartphones para o contato direto com o Centro de Operações (COR), permitindo a comunicação imediata em situações de emergência ou em relação a mudanças de sinalização, priorizando a fluidez e a escoação do público ao término do evento.

BRT Seguro

Os agentes do programa BRT Seguro irão atuar para combater à evasão, atos de vandalismos, a não permanência de ambulantes irregulares e o acolhimento às pessoas em situação de rua, com o intuito de proporcionar segurança à população que vai se deslocar usando esse meio de transporte para aproveitar o evento de virada de ano. As ações serão feitas com viaturas caracterizadas com direcionamento e patrulhamento de efetivo exclusivo que além da cobertura nos corredores das extensões da Transoeste, Transcarioca e Transolímpica. Os agentes atuarão durante este período em conjunto com os demais órgãos municipais e estaduais, visando a manutenção da ordem pública em toda extensão de abrangência.

Novos Smartphones

As equipes da Guarda Municipal que atuarão na Operação Réveillon vão poder contar ainda com novos aparelhos celulares. Ao todo são 1.655 novos smartphones, do modelo Samsung A13, todos já atualizados com aplicativos operacionais, que a instituição adquiriu recentemente e estão sendo distribuídos gradativamente entre as unidades. Os telefones já vêm com os aplicativos GMmobile, InfraRio e Lixo Zero para pronto emprego pelos agentes.

Além disso, também será permitido o acesso ao Whatsapp para comunicação interna com a base e interação nos grupos das unidades operacionais. Os equipamentos são empregados nas ações da rotina operacional da GM-Rio, que envolve desde o atendimento aos chamados da Central 1746 até a aplicação de penalidades nas fiscalizações realizadas pelos guardas municipais, como é o caso da coerção à perturbação do sossego.

Bases de Apoio da Seop

Base Fixa – Praça Serzedelo Correa Rua: Hilário Gouveia com Siqueira Campos;

Baseamento 1 – Rua: Francisco de Otaviano com Av. N. S. de Copacabana;

Baseamento 2 -Rua: Stª Clara com Av. Atlântica;

Baseamento 3 – Rua: Hilário Gouveia com Av. Atlântica;

Baseamento 4 – Rua: Siqueira Campos c/ Barata Ribeiro;

Baseamento 5 – Avenida Nossa Senhora de Copacabana com Praça do Lido;

Baseamento 6 – Ponto de ônibus na Avenida Princesa Isabel com Rua Almirante Viveiros de Castro;

Baseamento 7 – Avenida Princesa Isabel com Avenida Atlântica.

Horário de Funcionamento Especial Para as Barracas de Praia

A Seop autorizou, durante a virada do ano, que todos os ambulantes fixos regulares possam trabalhar ininterruptamente. Os vendedores estarão autorizados a comercializar a partir das 7h do dia 31/12 e encerrar as vendas às 20h do dia 1° de janeiro. Vale lembrar que o ambulante deve abastecer e/ou repor mercadorias da barraca até às 15h do dia 31 de dezembro. Caso esgote os produtos, só poderão ser repostos a partir das 7h do dia 1° de janeiro.

No dia 30 de dezembro, o horário é o mesmo dos dias úteis, das 7h às 20h, não sendo permitido realizar vendas depois desse horário. A secretaria ressalta que os equipamentos, objetos e mercadorias do comércio ambulante em pontos fixos nas praias do Rio poderão ser mantidos, em caráter excepcional, nos próprios locais autorizados para o exercício da atividade. Das 20h do dia 30/12 até 7h do dia 31, o vendedor não poderá efetuar a venda de nenhum produto nesse período para o consumidor, pois estará sujeito a multa. Os ambulantes que descumprirem as normas da prefeitura poderão ter suas mercadorias e equipamentos apreendidos, e até autuados.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui