A briga entre Sergio Cabral e Garotinho, já está ficando praticamente fatricida. Pelo menos é o que dá a entender nesta matéria do Xico Vargas.

Comendo pela borda

Para quem ainda tem dúvidas a respeito do que Sergio Cabral Filho vai fazer com o casal Garotinho até o fim do mandato segue aqui uma breve antecipação: na semana passada, em reunião armada pelo vice, o governador conversou com 10 prefeitos do Norte e Noroeste fluminense sobre o que o governo do estado deveria ter feito em seus municí­pios nos últimos oito anos.

Cabral coleciona numa agenda – dessas que parecem pequenos fichários – radiografias-resumo de cada município do Rio de Janeiro em conjuntos agrupados por região. Ali estão o rosário de problemas, as soluções e o preço.

O novo governo ainda não completou o primeiro mês e ele já está em campo para reduzir ao mí­nimo a influência dos Garotinho na próxima eleição para prefeito, daqui a dois anos. Com a pregação segundo a qual governa para todos Cabral quer agrupar os prefeitos debaixo de um guarda-chuvas que não distinga partidos e empurrar o casal contra o alambrado do PMDB.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui