Sergio Cabral

De acordo com O Globo, Sérgio Cabral (PMDB) está prestes a se tornar ex-governador do Rio de Janeiro, a declaração teria sido dada na manhã desta sexta feira, dia 27 de dezembro, no Complexo do Alemão. Cabral teria confirmado, finalmente, que deixará o governo no dia 31 de Março de 2014, com o governo sendo assumido por seu vice, Luiz Fernando Pezão (PMDB) e candidato ao governo do estado ano que vem.

— Vou passar o bastão para o Pezão no dia 31 de março. No fim de 2014, o governo vai terminar com mais policiais militares, mais policiais civis, dando continuidade ao governo

A futura renúncia de Cabral não tem nenhuma relação com as manifestações de junho/julho ou com sua baixa popularidade, antes destes acontecimentos já era esperada e tem fim apenas eleitoral. É que como governador Pezão terá chance de aparecer muito mais do que como simples candidato, além de que em uma improvável vitória nas eleições Pezão não poderia concorrer a reeleição em 2018, abrindo espaço para outros PMDBistas como o prefeito do Rio Eduardo Paes.

Cabral, ao que tudo indica, pode ser candidato ao Senado em 2014, lembrando que quando candidato ao governo pela 1ª vez em 2006 deixou pela metade o mandato de Senador para o qual tinha sido eleito em 2002. Mas ele pode acabar vindo deputado federal, é que as coisas não andam bem para o lado do PMDB, primeiro que corre o risco de perder na corrida ao Senado, por mais que seja favorito, e uma chapa puro-sangue de um PMDB com o candidato ao governo nos últimos lugares das pesquisas é cada vez menos provável.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui