Sete ferros-velhos são interditados em Jardim Sulacap

Os agentes da Operação Desmonte constataram que os estabelecimentos não tinham licença para funcionar e não apresentaram notas fiscais das peças encontradas no local

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Sete ferros-velhos que funcionavam irregularmente no Jardim Sulacap, Zona Oeste do Rio de Janeiro, foram interditados, nesta nesta terça-feira (18/06), pela força-tarefa do Governo do Estado, coordenada pelo Detran.RJ. Os agentes da Operação Desmonte constataram que os estabelecimentos não tinham licença para funcionar e não apresentaram notas fiscais das peças encontradas no local. Dois outros estavam fechados e não puderam ser vistoriados.

Os responsáveis pelos ferros-velhos, que funcionavam na Estrada do Catonho, foram notificados e terão 30 dias para apresentar as notas dos produtos. Caso não consigam cumprir com as exigências, todo o material será apreendido e remetido para destruição em empresas de reciclagem já credenciadas pelo departamento. A Operação Desmonte tem o objetivo de fiscalizar esses estabelecimentos, auxiliando no combate ao roubo, furto de veículos e comercialização de peças ilícitas. A força-tarefa conta com a participação de equipes das polícias Civil e Militar, do Instituto Nacional do Ambiente (Inea) e da Secretaria Estadual de Fazenda.

Num dos ferros-velhos vistoriados, o Geiza Autopeças, os agentes se surpreenderam com o ambiente, que tinha na entrada um salão de festas. O interior era subdivido em várias salas com paredes quebradas que acumulavam centenas de peças como para-choques, faróis , capôs e outras sucatas. O proprietário, Maurício Pereira dos Santos, alegou aos agentes que estava com um outro imóvel em obras e, por isso, as peças se encontravam ali. Ele, porém, não tinha nota fiscal do material e teve o estabelecimento interditado.

Advertisement

Desde que a Operação Desmonte foi iniciada por determinação do Governo do Estado, em agosto do ano passado, a força-tarefa já realizou 17 ações de fiscalização em ferros-velhos, que resultaram no fechamento de 41 estabelecimentos que não possuíam documentação. Ao todo, foram apreendidas cerca de 700 toneladas de sucatas, apreendidos centenas de motores roubados, dez pessoas foram presas em flagrante e carros roubados apreendidos.

Além de fiscalizar os estabelecimentos irregulares, agentes do Detran.RJ também orientam os proprietários desses comércios de peças usadas para que se credenciem junto ao órgão e passem a funcionar de forma correta. Para se cadastrar o proprietário deve acessar o site do Detran.RJ, na aba Desmonte, preencher um formulário e entregar os documentos exigidos. Uma vistoria será realizada pela equipe técnica do Departamento de Trânsito para verificar se as instalações são adequadas.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Sete ferros-velhos são interditados em Jardim Sulacap
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui