Seu Jorge e Daniel Jobim interpretam Tom Jobim no palco do Qualistage

No repertório, obras imortalizadas do músico e compositor, que teria completado 96 anos no início deste ano de 2023

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Crédito: Edu Defferrari

A obra de um dos artistas mais relevantes da música popular brasileira é interpretada por dois grandes músicos: Seu Jorge e Daniel Jobim, que emprestam seus talentos e reproduzem parte da obra de Antonio Carlos Jobim. O show, que já aconteceu em 2020, conta com a preciosidade e talento de Seu Jorge e de Daniel, neto de Tom, além dos músicos Adriano Trindade (bateria) e Sidão Santos (baixo). A apresentação será no Qualistage e acontece no dia 1º de setembro.

O repertório é uma celebração das exaltações de Tom Jobim, bem como suas colaborações com Vinicius de Moraes e outros renomados compositores. Entre as interpretações marcantes estão sucessos atemporais como “Corcovado”, “Garota de Ipanema”, “Luíza”, “Eu Sei Que Vou Te Amar”, “Ligia”, “A Felicidade” e muitos outros.

Daniel ressalta que a seleção das músicas foi guiada pelo coração, pelas preferências pessoais e pelo conforto em interpretá-las. A troca natural entre Seu Jorge e Daniel Jobim cria um ambiente autêntico, onde a paixão e a familiaridade com as canções transparecem no palco.

Para Seu Jorge, assumir a responsabilidade de interpretar as canções de Tom Jobim é um presente e um desafio simultâneos. “Cantar esse repertório é um presente incrível para mim ao mesmo tempo que é um desafio enorme! O amor está de volta. Tom Jobim vive“, expressa o músico.

Advertisement

A apresentação não apenas revive as músicas icônicas de Antonio Carlos Jobim, mas também oferece momentos de reflexão pessoal sobre o poeta e sua influência. A versatilidade da obra do maestro, que era compositor, pianista, arranjador, cantor e violonista, une-se à arte de Seu Jorge e Daniel Jobim em uma síntese de talentos impressionante.

Daniel Jobim, neto do lendário Tom Jobim, compartilha memórias afetivas que iluminam ainda mais a apresentação. “Eu, felizmente, tenho muitas lembranças do meu avô. Pude conviver bastante. Ele começava a tocar canções muito cedo, a partir das 6 da manhã. Eram músicas clássicas que ele exercitava todos os dias” relata Daniel. As lembranças da música que preenchia o início do dia, como Brahms, Chopin, Debussy e Rachmaninov, trazem uma atmosfera iluminada e inspiradora para a interpretação das canções.

Serviço:

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Seu Jorge e Daniel Jobim interpretam Tom Jobim no palco do Qualistage
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Seu Jorge e Daniel Jobim interpretam Tom Jobim no palco do Qualistage
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui