Foto: Divulgação

A Semana Internacional de Música de São Paulo é uma das mais importantes musicconventions – ou feiras de negócios da música – da América Latina. Durante cinco dias, a capital paulista vira ponto de encontro para profissionais de todos os setores da indústria musical, artistas, jornalistas e apaixonados por cultura e inovação do Brasil e de vários países.

Os temas abordados no evento têm o novo mercado da música como foco e cumpre a proposta de colocar em evidência e em discussão novas ideias e conceitos que estão transformando o cenário mundial, além de capacitar e conectar pessoas. A SIM desenvolve ações dentro de três pilares centrais: 1. exposição de novas tendências musicais (SIM Live); 2. acesso a informações atuais e relevantes (Convention); e 3. incentivo à formação de novas parcerias (Networking & Business).



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Se você consome música, tem banda ou trabalha no meio musical sabe que a SIM São Paulo é a nossa Disneylândia. A semana internacional de música aconteceu no início do mês de dezembro na capital paulista do dia 05 a 09/12 no CCSP (Centro cultural São Paulo) e foi também a nossa estreia na feira, onde pudemos observar e principalmente nos incluir no meio da engrenagem atual da música brasileira criando muito NETWORK. Entre as palestras fundamentais nessa nossa passagem pela SIM tivemos uma aula sobre o tão comentado aplicativo TIK TOK, um panorama dos festivais pelo país e os maravilhosos shows que aconteceram tanto no jardim suspenso, quanto os shows cases no andar de baixo rolou uma apresentação incrível de JohnatanFerr, as Chilenas da Yorka e os portugueses do Throwand The Shine.

Estar junto, fortalecer os coletivos, ir ao show dos artistas independentes do seu bairro, ocupar os espaços públicos com música e arte são as principais ferramentas para manter a nossa música sempre em alta além de sempre debater, criar espaços abertos ao diálogo e uma ponte de conexão entre artistas e fãs.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui