Sindicato visita Lojas Americanas para orientar funcionários após escândalo bilionário

Associação afirma que solicitou uma reunião com a empresa para defender e resguardar os direitos da categoria

Foto: Gustavo Lacerda/Divulgação

O rombo bilionário de R$20 bilhões nas Lojas Americanas, anunciado nos primeiros dias do ano, acendeu o alerta por todo o país sobre a crise da empresa e o futuro dos funcionários. O Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro tem acompanhado o caso de perto.

O presidente do Sindicato, Márcio Ayer, já esteve em contato com a área de relações sindicais da empresa para obter informações sobre a situação dos trabalhadores e já solicitou uma reunião com as Lojas Americanas para saber mais sobre a situação da empresa e acompanhar diretamente a situação dos funcionários, resguardando os direitos da categoria.

A informação é de que a situação continua normal. “Até o momento o que nos foi passado é de que tudo permanece igual nas lojas. Estamos acompanhando e esperamos que tudo tenha um desfecho positivo para os funcionários, com os empregos e os direitos preservados”, afirma Márcio Ayer.

Em todo o país, a empresa conta com cerca de 44 mil trabalhadores. Na capital carioca são dezenas de lojas. Ainda há uma incerteza sobre o futuro das Lojas Americanas diante do rombo anunciado. A empresa pode, inclusive, passar por um processo de recuperação judicial.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui