Suipa pede doações diante da superlotação causada pelo abandono de animais

Pela Lei 9605/98, o abandono de animais corresponde a maus-tratos e pode ser punido com pena de 3 meses a um ano de prisão, além de multa

Foto: SUIPA

O período que compreende o final de um ano e o início de outro, geralmente é um terror para os animais, e para a Sociedade União Protetora dos Animais (Suipa), que registra um aumento significativo no número de animais abandonados em seu portão. Segundo o presidente da instituição, Marcelo Marques, no período citado há uma média de 60 abandonos, sendo que a média fora desse intervalo de tempo é de 35 e 40 bichinhos expulsos dos seus lares. Em vista do cenário de superlotação, Marcelo pede a população que faça doações à entidade, que fica em Benfica, na Zona Norte da cidade.  

“Chega dezembro, janeiro e fevereiro o índice aumenta. É época de férias, e as pessoas não têm com quem deixar ou não querem ter um custo a mais para deixar em um hotel. São vários motivos. Falta amor nessas pessoas. Quando você adota um animal é para sempre. Você está adotando uma vida. Dar amor a esse animal, ele se sente seguro e feliz, aí você vai lá e larga. É uma covardia”, disse Marcelo Marques ao jornal O DIA, ressaltando que, muitos animais entram em depressão por causa do abandono. Em casos mais graves, os bichinhos morrem de tristeza, desnutrição e desidratação, pois param de comer e beber água.

Atualmente, a Suipa abriga 2. 200 animais e está superlotada. O número de adoções não acompanha o de abandonos. De acordo com Marcelo Marques, em média são adotados entre 25 e 30 animais. Os bichos que ganham um lar são poucos diante dos que chegam ou continuam abrigados.

Com um consumo diário de 650 kg de ração, a instituição sobrevive das doações dos seus associados, já que não recebe verba do poder público. Quem quiser doar ração ou material de limpeza pode acessar o site da instituição, assim como se tornar associado da Suipa (https://www.suipa.org.br/).

Crime

Para tentar identificar as pessoas que abandonam animais em seu portão, a Suipa instalou câmeras de segurança. Os dispositivos já flagraram inúmeros abandonos, inclusive mais de uma ocorrência por dia.

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) disse, em resposta ao jornal, que fiscaliza ações de maus-tratos e abandono diuturnamente, sendo que os agentes têm ordem de prender em flagrante a pessoa que abandona um animal. O crime de abandono pode ser denunciado pelo Disque-Denúncia / Linha Verde – 0300 2253-1177. Para casos urgentes, o denunciante pode acionar a Central 190. O anonimato é garantido.

De acordo com a Lei 9605/98, o abandono de animais corresponde a maus-tratos e pode ser punido com pena de três meses a um ano de detenção, além de multa.

As informações são do jornal O DIA.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui