Supermercados do RJ esperam crescimento de 10% nas vendas com festas de fim de ano

Estudo elaborado pela Associação de Supermercados do RJ (Asserj) aponta que o Natal e o Réveillon atuais serão superiores no setor varejista em relação ao ano passado

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa - Foto: Reprodução/Internet

Estudo recente elaborado pela Associação de Supermercados do Rio de Janeiro (Asserj) aponta que o Natal e o Réveillon podem representar um crescimento de cerca de 10% nas vendas do setor varejista em todo o estado em relação ao mesmo período no ano passado.

Para o presidente da Asserj, Fábio Queiróz, os supermercados fluminenses vêm se preparando para esse momento e apostam nas vendas natalinas, considerando a tendência das famílias em destinar um orçamento maior para a preparação da tradicional ceia.

”O Natal é a comemoração mais esperada pelas famílias brasileiras, sendo uma das datas mais aguardadas pelo varejo. Em 2023, apesar da resiliência da atividade econômica, o segmento supermercadista alimenta uma expectativa positiva, uma vez que as famílias irão priorizar suas comemorações ao redor da mesa natalina”, afirma o executivo.

Por se tratar de uma das datas mais aguardadas pelos supermercadistas, o Natal ainda exige do setor um desafio adicional, pois o sucesso final das vendas do período passa necessariamente pela assertividade da sua previsibilidade.

Advertisement

”Como a maioria dos itens, presentes nas receitas natalinas, são perecíveis e sazonais, não pode haver excesso e muito menos ruptura desses itens na área de venda. Com dados históricos consistentes e o apoio da Inteligência Artificial, a tendência é de melhoria crescente na predição das vendas para esse período”, enfatiza Fábio.

Produtos mais procurados

Mesmo tendo nos produtos que compõem a ceia os itens mais procurados, as compras não se limitam aos sazonais, pelo contrário, as vendas de Natal influenciam o crescimento de todas as categorias.

De modo geral, a Asserj observa um maior destaque nas vendas dos supermercados em bebidas, que representam em média 30% da cesta do cliente, hortifruti (15%), frutas secas (5%), sobremesas (10%) e as famosas aves natalinas, com sua representatividade nas compras conforme o perfil do supermercado e de seu público-alvo.

De acordo com a associação, os itens sazonais estão se apresentando com um aumento médio de 10% no preço. Ainda segundo Queiróz, isso não será impeditivo para as famílias preparem sua Ceia de Natal com tranquilidade em 2023, uma vez que os demais produtos estão mais baratos, a exemplo do preço da cesta básica, que apresenta queda consecutiva nos últimos meses.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Supermercados do RJ esperam crescimento de 10% nas vendas com festas de fim de ano
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui