Suru Bar inaugura na Lapa com inspiração que vai de Minas à Zona Sul e Subúrbios do Rio

No “Baixo Lapa”, o recém-inaugurado Suru Bar busca juntar a alma boêmia carioca com uma dose de Minas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Becoza_foto Rodrigo Azevedo

Uma mistura da boemia carioca com um toque de cozinha mineira, do subúrbio com a zona sul. No “Baixo Lapa”, o recém-inaugurado Suru Bar busca juntar a alma boêmia carioca com uma dose de Minas. Assim nasce o Suro, inaugurado no dia 6 de janeiro, na Rua da Lapa, sob o comando de dois especialistas em coquetelaria: os bartenders Igor Renovato e Raí Mendes. Agora eles assumem o sonho de ter o próprio bar, ena equipe tem Luis Rosalvos na chefia do salão e Will Moura como chefe de bar (todos bartenders).

Além de cerveja de garrafa gelada (a partir de R$ 13, a Brahma), o público pode esperar coquetéis clássicos brasileiros e autorais incríveis (de R$ 18 a R$ 31) dessa dupla e companhia. Com pé direito alto, mesas e cadeiras de madeira, a decoração em tons de verde e rosa nas paredes e nos detalhes do bar chamam atenção, com referências à Estação Primeira de Mangueira, escola de samba do coração de Igor, e à cultura brasileira. 

SuruBar foto Rodrigo Azevedo 20240105 043 scaled e1705425376217 Suru Bar inaugura na Lapa com inspiração que vai de Minas à Zona Sul e Subúrbios do Rio
foto Rodrigo Azevedo

Antes mesmo de abrir, a casa já tinha dois coquetéis “populares” prontos: o Surupinga (cachaça, jurupinga e frutas da estação) e o Surubeba (Jurubeba, Cinzano e Cynar), servidos em copo barriquinha (R$ 14, cada). Dos clássicos, caipirinha, bombeirinho, rabo de galo, caju amigo e muitos outros, até o perfetto lemone. A carta autoral Balcão Suru vai homenagear algumas personalidades da boemia carioca, como o Serjão, do Galeto Sat’s, com o Muquira, que leva Campari e tônica de laranja (R$ 22) e o Becoza, com cachaça branca, Becosa, louro, limão e bitter (R$ 24). Outro destaque do menu alcoólico é o Zé (referência a uma gíria típica mineira), feito com Cynar, cachaça, limão, mel e hortelã (R$ 24).

Com petiscos simples e inspirados nos clássicos do Rio e de Belo Horizonte, cidade natal de Raí, o cardápio criado pela chef Roberta Antonia tem acepipes de balcão, a partir de R$ 12, cada – torresmo, azeitonas temperadas, ovo de codorna, batata calabresa, mix de picles etc. – e até rollmops (filé de sardinha curada enrolada com conserva de cebola pérola), risole de língua (R$ 14) e petiscos para compartilhar – entre porções de pernil com farofa de cebola (R$ 45), bolo de carne à parmegiana (almôndegas cobertas com molho pomodoro e queijo, servido com pão da casa, R$ 35) e pão de queijo frito com melaço picante (R$ 27, com 6 unidades). 

Advertisement

Leia também

Rio terá observatórios para estudos climáticos; 1º será no Complexo do Alemão

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

Há opções de sanduíches no pão francês, de R$ 19 (queijo quente acebolado) até R$ 28 (pernil, abacaxi e queijo) e cupim acebolado (R$ 27) – duas opções de pratos, com destaque para um tradicional das noites e madrugadas mineiras: macarrão com almôndegas (massa fresca da casa, talharim com almôndegas ao molho pomodoro e queijo canastra – R$ 40). Para a sobremesa, o Trisal: goiabada cremosa, queijo canastra e doce de leite com raspas de cumaru (R$ 25). 

Serviço
Suru Bar
Rua da Lapa, 151. Lapa
Tel.: 3591-1524
Seg. e qua., 17h à 1h.; qui. e sex., 17h às 2h; sáb., 12h às 2h; dom., 12h às 19h

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Suru Bar inaugura na Lapa com inspiração que vai de Minas à Zona Sul e Subúrbios do Rio

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui