Tachinhas são encontradas em ração de gatos de rua que vivem em Ipanema

O caso foi denunciado por moradores da região através das redes sociais; polícia investiga

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Agentes da prefeitura do Rio encontraram tachinhas de metal na ração destinada aos felinos que vvem nas proximidades do Parque Garota de Ipanema (Foto: Divulgação)

Agentes da prefeitura identificaram tachinhas de metal na ração destinada a alimentar os gatos de rua que vivem nas proximidades do Parque Garota de Ipanema, na Zona Sul do Rio. O fato foi constatado após diversas denúncias nas redes sociais com vídeos de moradores mostrando o material perfurante em meio a comida dos animais.

Uma equipe de fiscalização da prefeitura do Rio, foi até o número 99 da Rua Francisco Otaviano, em Copacabana, na manhã desta sexta (19/01) para averiguar a situação e encontrou os objetos misturados na ração que fica na calçada.

O secretário de Proteção e Defesa dos Animais, Flávio Ganen, acionou agentes da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, que dará andamento nas investigações. Os policiais já solicitaram imagens de câmeras de segurança da região para investigar quem colocou o material perfurante na alimentação dos felinos.

É inadmissível que pessoas cometam esse tipo de crueldade, isso precisa ser investigado e o responsável por essa barbárie ser punido“, disse o secretário.

Advertisement

Ainda de acordo com a secretaria, o responsável pode ser enquadrado no crime de maus-tratos aos animais, podendo ser preso com pena cabível de 2 a 5 anos.

Para denunciar maus-tratos aos animais, basta ligar através da central de atendimento 1746, ou através do site: www.1746.rio.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Tachinhas são encontradas em ração de gatos de rua que vivem em Ipanema
Advertisement

5 COMENTÁRIOS

  1. É essencial fortalecer ainda mais a campanha para castração de cães e gatos no Rio de Janeiro, ampliando para todo o estado e o país esse ótimo projeto. Também a educação da população, para diminuir ou mesmo evitar deixar esses animais na rua, sem cuidados e ocasionando diversas zoonoses (doenças infecciosas transmitidas entre animais e pessoas). Ainda, a responsabilização dos canis de criação de pets e canicultores, a chipagem deve começar neles, antes da venda dos animais. O que não implica em achar que o fato relatado na notícia é admissível. É cruel e é CRIME!

  2. Esta atitude é condenável sob todos os pontos de vista. Nada justifica esta crueldade. Entretanto, é preciso que tomemos medidas urgentes para reduzir o número de gatos e cachorros na país e no mundo. Os últimos dados que eu li davam conta de 55 milhões de cachorros e 22 milhões de gatos, no Brasil somente. Alguém acha isso natural ou legal? Para mim, o quadro já é crônico. Vamos deixar piorar mais?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui