Tarifa de ônibus entre Terminal Gentileza e Galeão será de R$ 15

Linha expressa de ônibus executivos, sem paradas nas estações, entrará em operação todos os dias, das 6h à meia-noite, com intervalos previstos de 20 minutos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Passageiros Circulando Pelo Interior do Aeroporto do Galeão - Foto: Divulgação

A Prefeitura do Rio inicia, neste sábado (24/02), a operação gradual da Transbrasil. Com 26 quilômetros de extensão, 18 estações e dois terminais, o corredor expresso conectará Deodoro, na Zona Oeste, ao Centro do Rio, passando por 18 bairros e com previsão para transportar 250 mil pessoas por dia até 2030. Este é o quarto corredor de BRT a ser inaugurado na cidade, ampliando o sistema de transporte de alta capacidade, que já opera com Transoeste, Transcarioca e Transolímpica. A abertura em etapas da Transbrasil acontecerá um dia após a cerimônia de inauguração do Terminal Intermodal Gentileza (TIG), marcada para esta sexta-feira (23/02) com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Erguido nas imediações da Rodoviária Novo Rio, na Zona Portuária, o TIG será o maior terminal integrador de transporte público do Rio, e conectará o BRT ao Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e às linhas de ônibus municipais.

A fase inicial (1) da operação da Transbrasil, que começa neste sábado (24/02) e se estende até 30 de março, terá os ônibus articulados circulando no trecho entre o bairro da Penha e o Terminal Gentileza no horário das 12h às 14h, com intervalos de 10 minutos entre as viagens e tempo de percurso de 20 minutos. O preço da passagem (R$ 4,30) será o mesmo cobrado em todos os modais municipais. Os ônibus saem da Penha, fazem paradas nas estações Ibiapina, Olaria, C. de Moraes e Santa Luzia, antes de entrarem na Transbrasil e seguirem direto, sem paradas, até o Terminal Gentileza

Para atender à demanda dos passageiros que utilizam o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), uma linha expressa de ônibus executivos TIG x GIG, sem paradas nas estações, entrará em operação todos os dias, das 6h à meia-noite, com intervalos previstos de 20 minutos. O tempo de viagem é estimado em 16 minutos. Os ônibus terão bagageiros e uma sala de espera à disposição dos passageiros no Terminal Gentileza. O valor da tarifa será de R$ 15, e a passagem poderá ser paga com Jaé ou Riocard.

Quando estiver em plena operação, o TIG permitirá que os passageiros cariocas possam acessar, dentro do terminal, o novo BRT Transbrasil, duas linhas do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que ligarão o terminal ao Aeroporto Santos Dumont e às Barcas, e 14 linhas de ônibus municipais regulares para diversos bairros da cidade. A estimativa é que mais de 150 mil pessoas passem pelo terminal todos os dias.

Advertisement

Na fase 2: Transbrasil terá operação entre Deodoro e Terminal Gentileza, e início da calha segregada do BRT

A partir de 30 de março, o BRT Transbrasil começará a operar de Deodoro ao Terminal Gentileza, com horário mais ampliado, das 10h às 15h. Também nesta data será iniciada a operação da calha segregada do BRT. Isso significa que a faixa da esquerda da seletiva, exclusiva para BRTs, será limitada por segregadores. Já a faixa da direita da seletiva poderá ser usada por ônibus, veículos de serviço e táxis. Elas serão limitadas com pintura, e funcionarão todos os dias da semana. Nos trechos junto às estações, para garantir segurança na ultrapassagem dos BRTs expressos, a faixa seletiva será segregada com tachões. Em trechos de calha singela, apenas ônibus e BRTs serão permitidos.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Tarifa de ônibus entre Terminal Gentileza e Galeão será de R$ 15
Advertisement

9 COMENTÁRIOS

  1. A linha 484 (Olaria – Arpoador) tem um trajeto que dura quase 2 horas e custa a tarifa de R$ 4,30 então alguém teria como me explicar como um percurso de 20 minutos, num BRT, que é um ônibus regular, não é um frescão luxuoso, com banco de veludo e macio, pode custar R$ 15,00 ?

  2. Acho um absurdo o preço e a cobrança diferenciada do terminal ao Galeão, mesmo com as desculpas esfarrapadas de sala VIP, trajeto direto, etc.
    Pura seletividade de passageiros, privatização e encarecimento absurdo do direito de ir e vir! Claro que inviabilzará para os assalariados que lá trabalham e moram distante que poderiam fazer uma conexão mais segura, objetiva, etc.
    Estamos vivendo pra ver governos privatizarem a p#&€@ toda!
    Ah, vai ter gratuidade nesses ônibus para os maiores de sessenta e cinco anos como manda a Constituição ou terá cláusulas pegadinhas pra nos deixar de fora, como sempre?!

    • Bom dia. Você pega o ônibus número 353 que te leva direto. Mas também tem os 301 e 302 que vão para o Alvorada, na barra, e você pega os BRTs 35 ou 46.

    • Se quando vier esse modal estiver funcionando, vc pega o BRT até a Penha, e na Penha pega o expresso 46-PenhaXAlvorada, e desce na Praça Seca. Só cheque onde na Pça Seca seus amigos moram, pq lá tem outras 3 estações, mas são paradoras (nesse caso vc pega a linha parador na estação Pça Seca)

  3. Nunca entendi bem a mudança no início do BRT Transbrasil. Quando foi anunciado tal corredor, junto com os outros 3 corredores de BRT, a Transbrasil ia até o aeroporto Santos Dumont, atravessando, assim, boa parte do centro do Rio. Agora nem sequer chegará ao centro, já que o terminal Gentileza é em São Cristóvão. Nao há qualquer conexão com o metrô próxima. Isso obrigará as pessoas que descerem do BRT no referido terminal a tomarem alguma outra condução para o centro. Provavelmente, será o VLT. Tenho a impressão de que foi essa a intenção de nosso prefeito, visto que o VLT do centro sempre andou às moscas desde que foi inaugurado em 2016 e, por isso, só dava prejuízo. Foi a maneira que ele encontrou de dar uma ajuda à concessionária do VLT, mas às custas do sacrifício da população, que vai ter que pegar mais uma condução.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui