Taxa de desemprego no estado do Rio supera a média nacional em 2023

Pesquisa realizada pelo Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro (CRA-RJ ) estima que um milhão de fluminenses estejam desempregados

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa - Foto: Prefeitura do Rio/Divulgação

O Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro (CRA-RJ) divulgou artigo referente aos índices de desemprego e empregabilidade no estado do Rio. A produção, desenvolvida pela Comissão Especial de Trabalho e Empregabilidade do CRA-RJ, apresenta os dados dessa categoria em relação ao último triênio – de 2021 a 2023.

Conforme apresentado pelo relatório, os índices de desemprego no estado do Rio de Janeiro foram severamente impactados pela pandemia da Covid-19. No primeiro trimestre de 2021, um ano após o início da crise sanitária no Brasil, o estado registrava uma população de 1,6 milhão de desempregados – 316 mil pessoas a mais em relação a março de 2020. Este número significou que o estado apresentou uma taxa de desemprego de 19,4%, superando em quase cinco pontos percentuais a taxa nacional (14,7%). Na capital fluminense, essa taxa foi de 14,6% no mesmo período, conforme dados do Observatório Econômico do Rio, realizado pela prefeitura.

Em 2021, o Rio foi o estado com maior número de desempregados no Sudeste, e o quarto maior do país. 927 mil profissionais perderam postos de trabalho naquele ano. Para além disso, o número de trabalhadores informais cresceu consideravelmente no período, alcançando a marca de 37,2%. Em 2022, o estado obteve a terceira maior taxa de desemprego no país, com 1,3 milhão de trabalhadores fora do mercado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em contrapartida, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo, registraram taxa de desemprego abaixo da média nacional no primeiro trimestre (11,2%).

Atualmente, em 2023, os dados apresentados pela Pesquisa Nacional de Amostragem Contínua (PNADC) consideram os índices até o segundo trimestre desse ano. Neste recorte temporal, o índice de desemprego no estado do Rio estaria em aproximadamente 11,3%, com estimativa de um milhão de desempregados na região. Apesar da queda significativa em relação aos dois anos anteriores, o Rio de Janeiro segue com taxa de desemprego acima da média nacional, quando esteve no patamar de 8,0% no segundo trimestre. No primeiro semestre, a capital fluminense obteve taxa de desemprego de 9,2%, segundo Observatório Econômico do Rio. De acordo com indicadores da prefeitura, a estimativa para 2024 é de que esse índice reduza para 8,0%.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

“A Empregabilidade no Estado do Rio de Janeiro foi afetada no último triênio por grandes desafios, entretanto observou-se um recomeço com novas possibilidades e segmentos de atividades, oferecendo novas oportunidades significativas com a diversificação da economia e o fomento do empreendedorismo e economia criativa (…) em 2023, a empregabilidade no Estado do Rio de Janeiro continua sendo uma preocupação central, mas com algumas evoluções em relação aos anos anteriores, com novas oportunidades de empregos e evolução no desenvolvimento econômico do Estado”, afirma Regis de Carvalho, membro da Comissão Especial do Trabalho e Empregabilidade do CRA-RJ.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Taxa de desemprego no estado do Rio supera a média nacional em 2023

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui