Taxa de ocupação de hotéis de luxo é de 100% para o Carnaval

A Zona Sul é a região que concentra as maiores demandas. Os turistas nacionais responderão pela maioria das reservas

Orla de Copacabana, na Zona Sul do Rio - Foto: Alexandre Macieira/RCVB

Foi divulgada, nesta quarta-feira (18), a primeira prévia da pesquisa de ocupação hoteleira para o feriado de Carnaval 2023. De acordo com Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (HotéisRIO), para o período de 18 a 21 de fevereiro, 62,83% dos quartos da rede hoteleira do município do Rio já estão reservados.

Os bairros de Copacabana e Leme estão no topo da preferência dos visitantes da capital fluminense, com 74,70% das escolhas. Em seguida vêm Ipanema e Leblon, com 71,29% das reservas. Com 59,53% de taxa de ocupação estão Barra da Tijuca e São Conrado, que ocupam a terceira posição. Na sequência, vêm Flamengo e Botafogo, com 55,66% e Centro da cidade, com 47,57%.

O presidente do HotéisRIO, Alfredo Lopes, adiantou que o mercado hoteleiro está otimista e projeta uma ocupação de 90%. A Zona Sul é a região, segundo ele, que concentra as maiores demandas. Nos hotéis de “categorias superiores”, a ocupação já é de 100%.

“A expectativa é de que a ocupação no feriado momesco chegue a mais de 90%, pois ainda há muitas reservas chegando. No momento, os hotéis da Zona Sul do Rio concentram as maiores demandas. Vários dos empreendimentos de categorias superiores já estão com 100% de ocupação, mas a média geral na cidade está na casa dos 63% e crescendo. Como aconteceu no Réveillon 2022/2023, o percentual de estrangeiros apresenta aumento e deve ficar em torno dos 35%, contra 65% de turistas nacionais, com destaque para argentinos, chilenos, norte-americanos, ingleses e franceses”, explicou Alfredo Lopes.

As informações são do jornal O DIA.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui