Taxistas são flagrados cobrando corridas com preços abusivos no entorno do Aeroporto do Galeão

Dois motoristas faziam cobranças ''no tiro'', o que é ilegal; um deles pediu R$ 600 para uma corrida até Búzios, na Região dos Lagos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Ação da Prefeitura do Rio no entorno do Aeroporto do Galeão - Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira (23/01), a Prefeitura do Rio de Janeiro aplicou 21 multas durante operação na Ilha do Governador, Zona Norte da capital fluminense, mais precisamente nos arredores do Aeroporto Internacional Tom Jobim.

Na ação, comandada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), os agentes flagraram dois taxistas que fizeram cobranças ”no tiro”, além de identificarem e inflacionarem veículos com vistoria atrasada, sem apólice de seguro, pneu careca, entre outros. 

A equipe também identificou um turista do Maranhão, recém chegado à cidade, que foi enganado por um dos motoristas por cobrança ilegal. O passageiro foi transferido para outro veículo e o condutor teve a licença bloqueada.

Em outro momento, os agentes pararam um carro que estava conduzindo um casal com crianças. Todos haviam chegado da Alemanha e tinham como destino a cidade de Búzios, na Região dos Lagos. O motorista cobrou R$ 600 para realizar a viagem. Além disso, uma motocicleta de aplicativo foi rebocada por estar com o licenciamento vencido e um veículo por mau estado de conservação. 

Advertisement

Leia também

Proposta do BNDES para o Centro do Rio inclui calçadões e parque no Canal do Mangue

Há quarenta anos fazendo fantasias com materiais recicláveis, ex-empregada doméstica se destaca em concursos e tem fotos espalhadas pelo mundo

”A Seop realiza diariamente operações nas principais entradas da cidade. Temos equipes atuando na Rodoviária Novo Rio, aeroportos, Píer Mauá e também em grandes eventos. Os nossos agentes verificam a documentação, vistoriam o veículo para que os passageiros viajem em segurança e não corram nenhum tipo de risco de serem enganados pelos maus profissionais. Vamos seguir realizando as operação de fiscalização e não vamos tolerar que esses motoristas continuem atuando de forma ilegal na cidade”, diz o secretário Brenno Carnevale. 

A Secretaria de Ordem Pública do Rio orienta que os passageiros denunciem por meio do Portal 1746 os motoristas que estão cobrando corridas fechadas. É importante que o usuário de táxi anote a placa do veículo e informe também horário e local em que o fato ocorreu. 

Em 2023, foram realizadas 27.250 vistorias à frota de táxis, sendo 2.250 a mais do que o previsto para o mesmo ano.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Taxistas são flagrados cobrando corridas com preços abusivos no entorno do Aeroporto do Galeão

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Sou taxista auxiliar quando a prefeitura vai liberar as autonomias para os auxiliares ou vai espera a proximidade das eleições pra favorecer os indicados deles políticos despachanteseeleitores indicado e só manobra.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui